Acostumado a se esquivar dos adversários e não se deixar abater nos ringues, David Lourenço dobrou as pernas com o golpe inesperado de não ter sido levado para as Olimpíadas nesse ano. Campeão mundial de 2010 na categoria juvenil e uma das grandes promessas do boxe brasileiro, David reunia chances reais de ir aos jogos de Londres, mas acabou sendo o único atleta cortado da delegação. A frustração parece ter sido demais.

Quando estamos em meio a situações geradoras de grande sofrimento mental é muito comum termos o desejo de desaparecer. Se, por um motivo ou por outro, a pessoa se vê incapaz de lidar com o problema, impossibilitada de sair do conflito, tal desejo pode atingir níveis patológicos, eventualmente levando a episódios de fuga dissociativa. Os transtornos dissociativos são análogos ao que antigamente se denominava histeria, nos quais ocorrem amnésias, alterações da consciência, perda de identidade e do controle dos movimentos, como paralisias. Os quadros não são uniformes, no entanto, e na fuga dissociativa o sujeito pode não ter muito sintomas além do comportamento de se deslocar a esmo, sem destino ou propósito, afastando-se da situação estressante e das pessoas envolvidas nela. É muito comum que, quando localizadas, sintam-se deprimidas, envergonhadas e eventualmente até agressivas, por serem forçadas a novamente lidar com o problema do qual tentavam, inconsciente e inutilmente, fugir.

Talvez seja isso o que tenha acontecido com David, já que o sentimento de rejeição é uma das causas desses comportamentos. Além disso, seu pai diz ter identificado nele os sinais de depressão que fazem parte do final da fuga. Claro que há a possibilidade de que ele tenha desenvolvido também um quadro depressivo, já que um transtorno não exclui o outro.

Se de fato for diagnostica a depressão é importante garantir tratamento adequado. Mas mais do que isso, o apoio da equipe, dos amigos e da família é essencial para auxiliá-lo a lidar com a situação de uma maneira saudável, para que ele possa superar esse episódio e se reerguer da lona.