“Tudo é engraçado desde que aconteça a outro”.

(Will Rogers)

 

(Pixabay)

A literatura nacional não precisa de novas apostas, precisa pagar as apostas que já fez.

Escritor, que é escritor, não usa etcetera.

Evitem a companhia de políticos, os seres humanos são muito mais interessantes.

Há certas deslealdades que são verdadeiras bençãos..

O pastor é a antítese do humorista.

Redes sociais. Rédeas sociais.

Se o livro é uma máquina de pensar estamos na era pré-industrial.

A vida não é só boleto, às vezes também é Darf.

Não há desgraça, por maior que seja, que um livro de coaching não ajude a piorar.

A maior influência do ególatra é a sua biografia.

O homem é um ser que sabe muito sobre não saber nada.

As melhores coisas da vida são de graça. Da vida extraterrestre.

O curioso no Brasil é o futuro ser mais antigo que o presente.

Classe média é aquela pessoa que investe mais no cabelo do que na cabeça.

O único lugar onde pobre chega na frente de rico é o caixão

Que saudade do tempo em que vivíamos melancólicos.

Os escritores só têm uma coisa em comum: a dor lombar.

Se tem uma coisa que a gente sabe fazer bem é procrastinar a civilização.

A vida é breve para a maioria e sumária para os strippers.

Brasil. Algumas cenas, incidentes, personagens, locais e eventos infelizmente não são fictícios.

Depois da barriga negativa em 90 dias, academias prometem cérebro negativo em uma semana.

1500. O ano do desaparecimento do Brasil.

O lixo de uma pessoa diz muito sobre ela. O meu me delatou na Polícia Federal.

Patinete: meio de transporte meio ridículo.

Vivemos um período em que as pipocas do cinema são melhores que os filmes.

Sem livros, nem Deus chegaria onde chegou.

Rico não tem sexo. Mas, se precisar, compra.

O apóstrofo indica supressão. Mas é tão pouco usado que deveria ser suprimido.