O universo do vinho está em franca expansão. No Brasil não é diferente. Com o aumento do poder aquisitivo das classes populares, todos hoje podem provar novos sabores de diferentes safras.

Mas não são apenas as opções de novos rótulos o que chama a atenção. Os críticos e conhecedores da matéria também são uma multidão.  Contudo, um dos mais originais aparecidos nos últimos tempos é o polêmico MC Sommelier. Suas opiniões singulares sobre enogastronomia aparecem regularmente no “Portal do Rap”.

MC Sommelier hoje vive de cursos e palestras pelo Brasil e exterior. É também professor de Enologia do programa de educação continuada do presídio de Tremembé, em São Paulo.

Eis algumas de suas respostas às dúvidas dos leitores.

Leitor: Para uma massa com molho cremoso à base de queijo, o quer fica melhor, um tinto delicado, como o Pinot Noir, ou um branco Chardonnay?

MC Sommelier: Mano, aê é treta. Dá brecha pra cama de gato, véio. Além do mais vai ser o maior trampo cozinhá esse grude, bródi. A não ser que o mano esteja no perreio pra pegá uma mina mil grau e quisé fazê uma presença. Se for pra bater uma xepa na goma, esquece lance de Pinot Noir, Chardonnay, essas parada.

Eu sempre bato essa pro meu povo: uva é que nem bolacha, em todo lugar se acha. É tudo irmã, véio, só muda a rotulage. Se tiver a fim de beber água vermelha pega uma groselha Milani e passa pra dentro da serpentina, tá ligado? Muito mais firmeza. Um salve aê pros teus bródi.

Leitor: Que vinho você recomendaria para tomar com truta?

MC Sommelier: Com truta? Chapô o coco, mano? Com truta a gente molha as palavra com qualquer barato, firmeza? Não tem essa de ser água vermelha das França, das Argentina, dos Chile. Com truta nóis bebe até Corote. Issaê. Mas se ocê quer fazer uma parada à pampa, belê, dá um aperitivo pros chegado. Pega a Bic aê que eu vou te dar a letra. Aê, ó:

O BARATO É LOKO

¼ de Vinho Sangue de Boi

¼  de Ximboquinha

¼  de Licor de ovos

¼ de churupitos calibre 38

2 limões galegos

Mano, tu joga os bagulho num copo de breja e bota a boca de outro por cima.  Corta os galego com uma lampiana afiada e completa o veneno. Fecha bem fechado, tá ligado? Aê sacode a bagaça. Fica esperto pras bala não batê muito forte no copo senão é papoco na certa. Dá pra dois birinight. Cês bebe de uma golada só. É nóis, queirós.

Leitor: Gostaria de saber qual vinho combina com bacalhau?

MC Sommelier:  Muleke, quando cê tá com bacalhau garantido, a coisa tem que ser dois “p”. Não fica embaçando com vinho não, lóqui. Nem vai dar milho. Faz a correria com a mina e pá. Vinho numa hora dessa é vacilo. Bacalhau, os mano come a seco. Quem pede rega é grama de bacano. Abraça!

Leitor: O que é vinho químico?

MC Sommelier: Aê, malaco. Tá achando que eu sou mané, é? Não sei o que é isso aê não, meu. E só faço a rima agora se chamarem meu adêvo, o dotô Praxedes. Salve!