Nova tendência no lazer: o turismo de caserna.

 

(8089514 por Pixabay)

 

67º BATALHÃO DE INFANTARIA DE SELVA

Este paraíso fica a 980 quilômetros a Sudeste de Manaus. Os atrativos são inúmeros e uma estadia de um mês ali é pouco tempo. Inclusive porque até chegar ao aquartelamento são cerca de nove dias de viagem, entre avião de carreira, monomotor, balsa, canoa, nado e abertura de picadas na mata. Não deixe de pedir ao sargento Nobre que lhe mostre sua coleção particular de pernilongos, mosquitos e mutucas.

Bom para: famílias, caçadores de aventuras, mutucas.

TIRO DE GUERRA DE PAJEÚ DO PIAUÍ

A chapada piauiense, com temperaturas médias, durante a noite, de 48 graus, é o cenário ideal para uma experiência real de guerra. Você e sua família serão uniformizados, armados e colocados numa tropa que enfrentará o Comando Militar do Leste. Comida e água devem ser providenciadas pelos próprios turistas. Em caso de sobrevivência inicia-se a segunda etapa da hospedagem com limpeza de canhões, conserto de tanques e jipes.

Bom para: famílias com crianças.

26º BATALHÃO DE AMOTINADOS DA PM

Um misto de férias com aprimoramento cultural. No arrebatador ambiente do 25º, você aprende técnicas de desestabilização de democracias latino-americanas à base de força bélica. Para cada hóspede há um monitor que ensina desde a montagem de uma bazuca até História da Alemanha e Itália na II Guerra. A opção de técnicas de interrogatório está disponível, mas deve ser paga à parte.

Bom para: turistas que apreciam programas culturais somados à aventura.

DEPÓSITO CENTRAL DE MUNIÇÃO

De longe, o programa de lazer mais explosivo. O DCM fica no centro do Rio de Janeiro e oferece uma das atrações mais procuradas por turistas do mundo inteiro: o “Desmonte a Bomba”. Você e sua família tem cinco minutos para encontrar, numa área de 17 mil metros quadrados, com toneladas de pólvora, uma bomba de napalm acionada e escondida nas dependências do quartel. Caso o artefato explosivo não seja encontrado, é bom que se avise antes, o seu dinheiro não será devolvido pelo Depósito. Devido à alta procura recomenda-se reservar com muita antecedência.

Bom para: depressivos, cardiopatas, desenganados.

19º BATALHÃO DE PARAQUEDISTAS

Subir num velho avião militar, colocar um paraquedas, saltar no oceano e nadar por quatro dias até chegar à costa do Maranhão. Isso tudo usando apenas as pernas, já que o treinamento exige que os outros membros fiquem atados à uma corda de nylon. Você não vai encontrar turismo de adrenalina mais completo do que esse. A festa de sua chegada em São Luís não inclui bebidas e fogos de artifícios.

Bom para: desiludidos existenciais.

_______________________________________________________________________________________

Siga no twitter: @casteladas

 Leia todas crônicas aqui.

 Contatos: castelon@me.com