gato maine coon

Orelhas pontudas e com tufos de pelo na ponta são característicos dos maine coons – foto: Gatil Magahara

Orelhas grandes e pontudas, com dois tufos de pelo na ponta, que lembram um lince.; cauda comprida com anéis que parecem de um guaxinim; olhos compridos; corpo alongado e pelagem completamente sedosa são característica dos gigantes dos felinos domésticos: os gatos da raça maine coon.

O maine (como chamados pelos íntimos) é uma das raças mais antigas da América do Norte. Acredita-se, segundo o criador do Gatil Magahara e médico veterinário Eduardo Makita Sugahara, que teve origem do cruzamento entre gatos domésticos de pelos longos pré-existentes no local, com gatos de pelos longos, que atravessaram o mar, junto com o homem.

A maior raça de gato doméstico já virou febre entre os brasileiros. Makita diz que a razão está primeiramente no tamanho e beleza. Mas o temperamento fantástico e o fato de serem super inteligentes e bonzinhos também conta muito a favor. “São considerados o Gigante Gentil” revela.

maine coon

Adultos, podem chegar a 1,2 m – foto: Gatil Magahara

Problemas de saúde do maine coon

Os enormes gatos da raça maine coon podem chegar a 1,2 metros de comprimento (Senhor!) do focinho a ponta do rabo. As fêmeas atingem, em média, de 5 a 9 quilos. Já os machos, de 6 a 12 quilos. Maior que muito cachorro (inclusive a minha!).

Por ser uma raça grande, há maior propensão para algumas doenças. As principais doenças, segundo Makita são:

  • Cardiomiopatia hipertrofia (HCM), mas pode ser prevenida com exames de DNA
  • Gengivite
  • Displasia Coxofemural
  • Rim policístico
  • Atrofia Muscular Espinhal

Gatos dessa raça devem comer ração de ótima qualidade. Dentre os cuidados diários, está a escovação dentária.

Por conta da propensão a problemas cardíacos, o indicado é fazer ecocardiograma a cada 2 anos, nos maine coons.

maine coon branco

Doenças cardíacas são comuns na raça – Foto: Gatil Magahara

Segundo a médica veterinária especialista em felinos, Jacqueline Muniz, é essencial que os tutores dessa raça procurem orientação veterinária. “Com a orientação e acompanhamento adequado é possível promover melhor bem-estar para esses animais” explica.

A veterinária também alerta para a necessidade do cuidado com a alimentação. “Devemos fornecer alimentos de alta qualidade e sempre acompanhado por um nutrólogo veterinário para prevenir obesidade felina” elucida.

A parte ruim da raça é sua expectativa de vida. Um gato da raça maine coon vive, em média, 12 anos. Enquanto gatos de outras raças podem chegar facilmente aos 17 anos.

Comportamento do Maine Coon

O Maine coon é conhecido pelo seu comportamento amigável, brincalhão, dócil e sociável. Se adapta super bem a qualquer tipo de família, inclusive com outros animais.

Crianças, casais sem filhos e idosos podem ser uma ótima opção de tutor para um maine coon.

filhote de maine coon

Raça gentil e tranquila – Foto: Gatil Magahara

Não é incomum ver um maine coon amigo do eterno rival dos gatos, o passarinho. Cães também são super tolerados pela raça.

A casa ideal para o Maine Coon

Por ser uma raça de fácil adaptação, o ambiente ideal não necessariamente precisa ser um lugar grande. “O ideal é um ambiente com todos os recursos que um felino precisa para manifestar o comportamento natural da espécie” pontua Jacqueline.

O ambiente deve ter lugares para o felino arranhar para o se esconder, dormir, se alimentar, escalar, observar em níveis acima do nosso e lugares ideias para suas eliminações.

A caixa de areia desses animais deve ser grande, profunda e limpa diariamente. Já os comedouros para alimentação devem ser potes ergonômicos (ideal é na altura do cotovelo). Também é importante estimular o animal a beber água potável e fresca. Para tal, deve-se disponibilizar potes rasos de cerâmica/vidro pela casa ou fontes.

Brinquedos para Maine Coon

Desde filhotes, os gatos dessa raça devem ser bem estimulados. Por ser uma raça bem exploratória, como refere Jacqueline, deve-se usar a imaginação e abordar todos os tipos de enriquecimento ambiental (físico, sensorial, cognitivo, alimentar e social).

filhote de maine coon

Mesmo sendo tranquilos, devem ser o ambiente enriquecido – Foto: Gatil Magahara

“O que devemos evitar é utilizar brinquedos muito pequenos, ou aqueles com buracos estreitos que possam prender e machucar as patinhas deles” explica Jacqueline.

Para garantir o bem-estar da raça, também é importante escovar sua pelagem diariamente. Aproveite para fazer desse momento um enriquecimento.

Gatos da raça maine coon são muito companheiros e dóceis, mas exigem cuidado e dedicação do tutor diariamente. O resto é só alegria e muito ronron.