cachorro com pão na boca

King Charles roubou pão
Chris Shipton/Creative Commons

Um dos comandos ensinados pelos adestradores é o “fica”. Derivado dele está o “espera” ou “não”. Nesse comando, o cão, normalmente, está com o pote de ração ou um biscoito na sua frente, mas não pode comer. Deve esperar o aval do adestrador ou tutor, ao dizer “ok”, para ter acesso ao alimento.

Pode parecer só um truque para ganhar likes nas redes sociais. Porém, ensinar o cachorro a esperar, pode diminuir a ansiedade e fazer com que ele aprenda a lidar com a frustração.

cães pegando ração na cerca

Desafio autocontrole – Jane Cumming/Creative Commons

O que é o desafio do autocontrole?

Na década de 1960, o pesquisador Walter Mischel deu início aos estudos, que mais tarde ficaria conhecido como teste do marshmallow. O intuito inicial era apenas compreender qual seria a escolha de crianças em idade pré-escolar: comer um marshmallow assim que o teste inicia, ou aguardar vinte minutos e ganhar dois marshmallows. Passados anos dos primeiros testes, Mischel voltou a contactar aquelas crianças que haviam participado do estudo. Agora jovens adultos, os participantes já estavam trabalhando e estudando na universidade.

Mischel resolver, então, fazer uma análise do comportamento apresentado por aquelas pessoas, enquanto crianças, e suas vidas profissionais, enquanto adultos. O pesquisador perceber que os participantes que esperaram os vinte minutos pela recompensa em dobro, tinha maior facilidade e concentração na escola. Além disso, também tinham cargos mais altos e sabiam lidar melhor com suas finanças. “Os resultados mostram os processos e estratégias mentais através dos quais podemos esfriar tentações quentes, retardar a satisfação e exercer o autocontrole” explica Mischel em seu livro “O teste do marshmallow: por que a força de vontade é a chave do sucesso”.

Com essa constatação em mãos, Mischel voltou a aplicar o teste do marshmallow em crianças e adolescentes. O experimento ficou tão famoso que, décadas mais tarde, foi descrito em uma coluna do jornal New York Times. Foi, então, que o estudo ganhou o mundo. Passou a ser replicado em diversas em escolas, em diferentes países, de inúmeras culturas.

De tão fofo e engraçado, algumas mães passaram a replicar o teste em casa. Colocavam a criança em uma sala, com um chocolate ou doce na sua frente. Davam uma ordem: “não pode pegar. Tem que esperar a mamãe voltar”. As reações da criança eram filmadas e postadas nas redes sociais. Além de muitos likes, os vídeos geraram muito diversão para quem assistia. A espontaneidade das crianças é sempre impagável.

Já no Brasil, o teste do marshmallow foi adaptado e ganhou a versão canina. Será que os cães são capazes de esperar para pegar um petisco, ração ou mesmo um brinquedo? A resposta é sim!

Devo fazer o desafio do autocontrole com meu cachorro?

Sim e não. Se você quiser apenas gravar um vídeo engraçado para postar, a resposta é não. Submeter um cão não treinado a uma situação de frustração pode aumentar o estresse e facilitar momentos de agressividade. Não vale a pena colocar o animal em uma situação de estresse só para se divertir.

Brigar, gritar e colocar cães de castigo só piora o comportamento

Porém, se sua intenção é treinar o seu cão e, como consequência, gravar um vídeo para o desafio do autocontrole, então a resposta é sim.

É extremamente importante ensinar os cães e esperarem para ganharem algo. Seja uma comida ou mesmo um brinquedo. Sabe aquele cachorro que rouba comida?! Com certeza ele não consegue esperar para ter o que quer. E mais, ele não consegue lidar com frustração de não poder ter acesso ao bem desejado e faz de tudo para conquista-lo. Há casos de cães que sobem na mesa e até avançam em seus tutores para abocanhar o que querem.

O resultado não acontece de uma hora para a outra. É preciso começar o treino aos poucos e aumentar o tempo de espera. Alguns cães conseguem aprender em uma ou duas semanas, se treinados diariamente.

Como ensinar meu cachorro a fazer o desafio do autocontrole?

Existem algumas maneiras de ensinar o cão a esperar por algo. O mais comum é iniciar com o comando ”fica”. Para isso, você deve pedir para que seu cachorro sente e, em seguida, fazer aquela mão de “espera um pouco” e pedir que ele fique. Conte até dois. Se ele não pular em você e permanecer sentando, recompense com petisco. Aos poucos, aumente o tempo dele no “fica”. Se, por acaso, ele não aguentar o tempo que você estipulou, sinal que foi muito para ele. Diminua o tempo de espera e volte a recompensar os acertos. Com o “fica” bem estabelecido, podemos ensinar o “espera”. Para isso, peça para que o cachorro sente, coloque o pote de ração do chão e dê o comando fica. Espere pouco tempo e libere o acesso à ração com uma palavra, como “ok”. Quanto mais tempo o cachorro ficar, mais engraçado será o vídeo do desafio.

Quando devo adestrar meu cachorro?

Outra possibilidade é, com o cachorro sentado ou deitado, colocar um biscoito na frente dele e pedir para ele esperar. Conte até dois e recompense o cachorro com um petisco mais gostoso do que o biscoito que está na frente dele. Aos poucos, aumente o tempo de espera. Recompense o acerto. Ao final do treino, libere o acesso ao biscoito (também pode ser ração ou brinquedo).

cachorro comendo ração

É importante ensinar o autocontrole aos cães – Memories_keepers (chang/Creative commons

Tem uma outra forma, mas eu não aconselho. Algumas pessoas colocam o pote de ração e pedem para seu cachorro esperar. Se ele tenta pegar o alimento, a pessoa barra o acesso ao pote com a mão, por exemplo. Aos poucos, o cão parará de tentar acessar a comida. O problema é que ele pode se frustrar e desistir de comer. Ou, ao frustrado, ter algum comportamento mais veemente ou agressivo.

Coleira enforcadora é método ultrapassado!

Para saber qual a melhor técnica aplicar ao seu cachorro, sugiro buscar um adestrador. Ele poderá entender a que tipo de treinamento seu peludo responderá melhor.

Como escolher o melhor adestrador para o seu cachorro

Cada mês um novo desafio é lançado. Muitos podem ser aplicados aos pets. Mas sempre temos que pensar: “vale a pena submeter meu cachorro para ganhar likes? Será que não é algo para apenas eu me divertir?”. Se você chegar a conclusão que seu pequeno poderá ficar estressado ou descontente, aborte a missão. Mas se for algo que trará alegria e novidades a ele, siga em frente!

Não se esqueça: o bem-estar dos animais vem sempre em primeiro lugar!