cachorro deitado

Orelhas e olhos grandes são características do Chihuahua – Angie Tarantino/Creative Commons

De origem mexicana, acredita-se que o Chihuahua seja descendente de um pequeno cão chamado “Techichi”, que viveu durante muitos anos entre os astecas. Segundo a CBKC (Confederação Brasileira e Cinofilia), há ilustrações do “Techichi”, que habitou em Tula, incluídas na decoração de sua arquitetura, as quais eram muito similares ao atual Chihuahua.

Seu nome vem da região de Chihuahua no México, onde se supõe que viveu de forma selvagem e foi capturado e domesticado pelos indígenas durante a época da civilização “Tolteca”.

Segundo a criadora da raça, Cristina Martoni, do Canil Aurorah Boreall, ainda que se saiba de sua raiz mexicana, foi cogitada a possibilidade de ter ancestrais no Antigo Egito ou na ilha de Cuba.

Considerado o menor cão do mundo, existem dois tipos de Chihuhahuas, o de pelo longo e o de pelo curto.

O de pelo curto deve ter seus pelos bem assentado sobre todo o corpo, ligeiramente mais longo quando apresenta pelagem interna (subpelo). Podem apresentar pelos escassos na garganta e no abdômen. A pelagem é brilhante e sua textura é macia. Não são aceitos os exemplares sem pelo.

Já os de pelos longos devem ter pelagem fina e sedosa, lisa ou ligeiramente ondulada. Apresenta pelo muito longo, em forma de franja, nas orelhas, pescoço, parte traseira dos membros anteriores e posteriores, patas e cauda.

chihuahua sentado

Os chihuahua são dóceis e ágeis – Foto: Canil Aurorah Boreall

Características físicas de um Chihuahua

Segundo Cristina, o Chihuahua é um cão de corpo compacto, cabeça em forma de maçã e sua cauda é moderadamente longa, portada alta, arqueada ou em semicírculo, com a ponta direcionada para a região lombar. O porte da cauda é uma característica importante da raça. Em movimento, encontra-se elevada, arqueada ou em semicírculo, com a ponta direcionada para o lombo, dando equilíbrio ao corpo.

A trufa é moderadamente curta e apontando ligeiramente para cima, com focinho curto sendo mais largo em sua base e afinando até a ponta. Seus olhos são grandes e redondos. As orelhas também são grandes, eretas e sem dobras, e amplamente abertas, largas na sua base, afinando gradualmente até terminarem ligeiramente arredondadas nas pontas.

O comprimento do corpo é ligeiramente mais longo do que a altura na cernelha (medida das patas até a nuca), desejando-se um corpo quase quadrado, especialmente nos machos, e se permitindo ser um pouco mais longo nas fêmeas pela função reprodutiva.

O peso deverá ser entre 1 e 3 kg. O peso ideal é entre 1,5 kg e 2,5 kg.

O chihuahua possui um comportamento rápido, alerta, inquieto, muito corajoso e extremamente delicado. Muito amoroso, geralmente o Chihuahua escolhe uma pessoa para amar mais. A maioria adora colo (não contaram isso para minha chihuahua, Aurora).

A maioria dos cães da raça Chihuahua não late muito, mas a raça ficou estigmatizada por ser metade tremedeira, metade latido. Mas tudo isso vai depender como são criados e a origem (um bom criador se preocupa com o temperamento do cão, não apenas com a estética). Por serem muito pequenos, o mundo pode ser muito assustador. Assim, muitos cães acabam desenvolvendo estratégias de defesa, como o latido e até o ataque.

vários chihuahuas na beira da psicina

Com origem mexicana o chihuahua é considerado o menor cachorro do mundo – Foto Canil Aurorah Boreall

O tutor perfeito para ter um chihuahua

Segundo Cristina, o chihuahua não é um cão que precisa de muito exercício. “Ele fica bem em apartamento. Então, para ser perfeito para o chihuahua, basta dar muita atenção e carinho. Ele é um cão que costuma ficar grudado no seu humano preferido” explica.

Mas é muito importante incentivar a independência do cão, já que, por ser muito grudado no tutor, pode ter dificuldade em aprender a ficar sozinho.

mãe com filhotes

É comum que o chihuahua se apegue muito a um tutor – Foto: Canil Aurorah Boreall

Os maiores erros que os tutores cometem com chihuahuas

O chihuahua é um cão muito delicado, pequeno. Cristina conta que, apesar de ter uma saúde muito boa, é frágil por causa do tamanho. “Permitir que ele fique pulando de sofá, cama pode causar luxação de patela” alerta.

Eu sou bastante suspeita para falar sobre os chihuahuas. Sou muito apaixonada pela raça. Tanto é que tenho uma. Mas um cuidado deve ser tomado quando há interesse para adquirir a raça. Busque um canil idôneo. Muitas pessoas, sem conhecimento, cruzam pinsher com chihuahua, modificando totalmente as características da raça, tanto física, quanto comportamentais.