b o w n o s e/Creative Commons

b o w n o s e/Creative Commons

Uma das coisas mais complicadas, para quem tem pets, é a limpeza da casa. Por mais que você use diversos produtos, sempre fica aquele cheirinho de cachorro ou gato. Mas você sabe qual é o jeito correto de limpar a casa?

Detergente, sabão em pó, água sanitária, desinfetante, removedor de cheiro… São tantos produtos disponíveis no mercado, que dá um nó na cabeça de qualquer um. Você sabe qual é o produto ideal para usar?

A primeira informação, e mais importante, produtos de limpeza muito fortes podem causar alergias em cães e gatos.

O mais comum é usar produtos mais potentes para tentar tirar aquele cheiro de urina, que ficou impregnado no quintal ou na área de serviço. “Alguns desses produtos químicos, utilizados na limpeza doméstica, podem deixar resíduos. Quando ingeridos, ou simplesmente em contato com os animais de estimação, podem provocar diversos problemas de pele (dermatite de contato)” explica a médica veterinária Tatiana C. Turrer, da Vansil Saúde Animal. Eles andam descalços e deitam com a barriguinha no chão. Água sanitária e sabão em pó são os maiores vilões.

O que devo usar, então?

Brittney Bush Bollay/Creative Commons

Brittney Bush Bollay/Creative Commons

Em lojas de ração ou pet shops, você pode encontrar produtos específicos para auxiliar na limpeza da casa, sem agredir a saúde do animal.

Os desinfetantes pets mais comuns são os que tem como base a amônia quaternária. Apesar de ser um produto bem forte, ele pode ser diluído e utilizado na limpeza da casa. Além de fazer a limpeza e deixar um cheiro gostoso, o produto também elimina bactérias, fungos, vírus e cistos de vermes, como a giárdia. Quando tem algum cão doente na casa, com parvovirose ou cinomose, os veterinários indicam esse produto para fazer a limpeza. É a solução utilizada em todos os hospitais, clínicas, hotéis e creches de animais.

A forma correta de utilizar a amônia quaternária é retirar a excesso dos resíduos, como fezes e urina. Após, passar um pano ou lavar o local com o produto diluído. A diluição recomendada é de: 10 ml de produto para cada 5 litros de água, ou 2 ml para 1 litro de água. Um frasco de um litro é caro, mas rende, em média, 500 litros. Nada de misturar a amônia quaternária com outros produtos, pois ela perde o efeito.

This Year's Love/Creative Commons

This Year’s Love/Creative Commons

Mesmo utilizando esse produto, passa um tempinho e sua casa volta a ter aquele cheiro de cachorro ou gato. Para resolver isso, foi lançado no mercado o removedor de odores. Há diversas marcas disponíveis no mercado.

A fórmula mais comum é aquela com odores fortes, como cítrico, citronela, herbal, lavanda, etc. Eles são diferentes desses produtos que compramos para odorizar a casa, com perfumes. “A grande diferença do removedor de odor pet é que ele possui três tipos de moléculas de perfume. Uma delas é mais pesada e fica no ambiente por mais tempo, sobrepondo o cheiro das fezes ou urina” esclarece Rhandia Arruda, gerente técnica da Total Química.

Rhandia reforça que apesar de ser um removedor de odores, e não um desinfetante, ele pode ser utilizado para limpeza de áreas que os animais costumam ficar. Para utilizá-lo, pode ser puro ou diluído. Não é tóxico aos pets.

O grande lançamento do mercado, no setor de removedor de odores, é o OdorOut. Ele tem um conceito e ação diferente dos outros. Sem cheiro, o produto contém microrganismos que se alimentam de matéria orgânica. Assim, ele consome todas as partículas que causam o cheiro. “Após consumir essas partículas, os microrganismos soltam água e morrem. Não há perigo de proliferação no ambiente” relata Nathália Santos, da SuperBac.

Nathália ainda esclarece que o produto não é tóxico para animais, mesmo quando ingerido. Para utilizá-lo, deve-se primeiro retirar o excesso de fezes, urina ou vômito e, então, borrifar o produto. A aplicação pode ser feita em pisos e também tecidos, como tapetes e sofás.

Limpeza de caminha, cobertor e potinhos

Photo Phiend/Creative Commons

Photo Phiend/Creative Commons

Além de limpar a casa, é importante prestar atenção nos potes de água e ração, caminha e cobertores. Rhandia sugere que a limpeza seja feita pelo menos uma vez ao mês.

Se você for lavar os tecidos na máquina, dê preferência por sabão de coco ou para bebê, para evitar alergias. Juntamente, você pode utilizar o eliminador de odor de sua preferência. Há opções pets específicas para limpar e tirar manchas de tecidos.

Na hora de limpar os potes, pode utilizar a amônia quaternária diluída ou um removedor de odor. O mais importante é enxaguar bem, antes de voltar o pote para uso.

Além dos produtos

DonkerDink/Creative Commons

DonkerDink/Creative Commons

Não é só de produtos que é feita a limpeza da casa. Mesmo que seu pet costume ficar no quintal, é importante passar aspirador em toda a casa. Não se esqueça dos tapetes, sofás e travesseiros. O acúmulo do pelo, pode facilitar a presença de ácaros, fungos e bactérias.

Se o seu pet tem medo de aspirador ou vassoura, veja como resolver esse problema.

Uma vez por semana, coloque travesseiros, cobertores e almofadas para tomar o sol da manhã. Essa dica vale principalmente para os peludos que dormem na cama ou dentro de casa.

Com tudo isso, sua casa ficará mais perfumada e saudável para humanos e pets.