17565114

Com certeza você já ouviu falar nas dietas detox, nos sucos detox ou já se deparou com um produto detox. Não preciso nem falar que o detox está na moda. O que pode ser novidade pra você é que a destoxificação é um processo natural do nosso organismo, que acontece a todo momento, sejamos nós adeptos ou não dos hábitos e produtos dessa moda. Se mantivermos uma rotina alimentar equilibrada, com um bom consumo de frutas, verduras, legumes, cereais integrais e leguminosas, e baixo consumo de produtos ultraprocessados (salgadinhos, bolachas recheadas, refrigerantes, embutidos, confeitos e balas, entre muitos outros), o nosso organismo conseguirá eliminar as toxinas necessárias. Por outro lado, se tivermos uma base alimentar pobre em vitaminas e minerais e rica em sódio, açúcar, agrotóxicos e aditivos químicos, nenhum produto detox, por melhor que seja a propaganda sobre ele, irá ajudar.

Atualmente estamos expostos à uma grande variedade de toxinas. Podemos ingerí-las, respirá-las, entrar em contato com elas por meio da pele ou até produzí-las após uma situação de estresse, por exemplo. Ainda assim é possível eliminar o seu excesso e viver de forma saudável sem ter que comprar um produto detox ou fazer uma dieta específica para isso. Mas é bom deixar claro que não tenho nada contra o suco verde. A bebida que é feita com folhas verde escuras e frutas tem sido cada vez mais consumida nas casas brasileiras e traz muitos benefícios à saúde.

Se tem um momento em que o consumo deste suco faz toda a diferença é o carnaval. É claro que durante o ano todo há episódios de abuso de álcool, mas o carnaval simboliza todos eles. E não há remédio melhor pra curar a ressaca do que um bom suco verde. O consumo excessivo de álcool elimina do organismo importantes nutrientes como magnésio e zinco e vitaminas do complexo B. Essa eliminação ocorre no dia que as bebidas alcoólicas são ingeridas e também nos dias que se seguem. Elas também aumentam a quantidade de radicais livres, que danificam as células do organismo. Já o zinco e as vitaminas do complexo B atuam no fortalecimento do sistema imunológico e são antioxidantes naturais, portanto, precisam ser repostos para ajudar no combate a estes radicais.

As altas doses de bebida representam um estresse para o organismo e isso elimina ainda mais magnésio. O nutriente é responsável pela liberação de energia e previne o inchaço. A sua carência pode resultar em inchaço e cansaço excessivo, sintomas típicos de uma boa ressaca. As folhas verdes escuras que servem de base para os sucos são ricas nesse nutriente e, quando batidas, o liberam em maiores quantidades, por isso os sucos são tão eficazes neste momento. Além disso eles também possuem substâncias anti-inflamatórias e destoxificantes e são feitos à base de água, outro poderoso remédio.

O álcool tem um efeito diurético, faz com que o organismo perca muito líquido. E este líquido tem que ser reposto por meio de chás, água de coco, sucos naturais, água e até frutas. A garrafinha não deve sair das mãos daqueles que querem acabar com a ressaca. A água ajuda o organismo a eliminar o excesso de toxinas trazidos pela bebida alcoólica. O fígado, órgão que mais sofre no pós-festa, fica sobrecarregado e é isso que gera a sensação de boca seca e amarga, que também acompanha os foliões.   

O fígado é responsável por 60% da eliminação de toxinas do nosso organismo e o que pouca gente sabe é que o intestino é responsável por outros 20%. Portanto, além dos sucos e do alto consumo de água, também é necessário manter uma alimentação que propicie um bom funcionamento do intestino. Aí não tem segredo e mais uma vez a base está na boa e velha comida de verdade.