Crédito: Plan International Brasil

Em 2021, publicamos notícias sobre direitos de crianças e adolescentes, com diversos recortes, como raça e gênero. Como muitas vezes as meninas sofrem maior impacto da violência, separamos cinco notícias a respeito do assunto publicadas durante o ano. Confira:

1. Meninas realizam o dobro de trabalhos domésticos em relação aos meninos, diz pesquisa

De acordo com a pesquisa Por Ser Menina no Brasil, realizada pela Plan International Brasil, as meninas ainda realizam o dobro de trabalhos domésticos em relação aos meninos (67,2% das meninas contra 31,9% dos meninos).

Para a organização, os números validam a tese de que as meninas são precocemente responsabilizadas pelo cuidado com o lar e com as pessoas. Assim, elas têm menos tempo para os estudos, lazer e atividades de desenvolvimento para a vida. A carga de trabalho doméstico piorou durante a pandemia: 54,6% das meninas disseram que as tarefas aumentaram.

2. Campanha contra trabalho infantil doméstico propõe reflexão sobre recorte racial e de gênero da violação

A campanha Meninas Livres do Trabalho Infantil Doméstico, organizada pelo projeto Criança Livre de Trabalho Infantil, propõe uma reflexão a respeito do recorte racial e de gênero da violação. Segundo informações divulgadas pela campanha, os dados apontam que desde o pós-abolição, as mulheres e meninas negras continuaram na condição de trabalhadoras domésticas e são a maioria até hoje, no Brasil.

3. Nove em cada dez meninas dizem que as fake news tiveram impacto negativo sobre elas

Uma pesquisa realizada pela Plan International revelou que nove em cada dez das meninas disseram que as fake news tiveram impacto negativo sobre elas. No Brasil, 72% receberam alguma mentira sobre a pandemia. O estudo Verdades e Mentiras – As meninas na era da desinformação e das fake news ouviu 26 mil  meninas e jovens mulheres de 15 a 24 anos em 26 países, incluindo o Brasil, onde 1 mil meninas participaram. De acordo com a organização da sociedade civil, as conclusões são que os impactos para as meninas são devastadores.

4. Dia das Mulheres e Meninas na Ciência: livro conta história de menina que sonhava em ser cientista

O livro “Os Sonhos de Ághata”, escrito por Luciana Leite e ilustrado por Mara Oliveira, conta a história de uma menina muito curiosa que sonhava em ser cientista, mas que ainda não sabia a qual área da ciência ela queria se dedicar.

5. Dez dados sobre violações de direitos vividas por meninas

Diariamente, crianças e adolescentes têm direitos violados no Brasil, mas muitas violências têm gênero e afetam muito mais as meninas. Confira dez dados importantes sobre o assunto, coletados pela Plan International Brasil.