Estão abertas as inscrições para o Programa Prosseguir, que tem o objetivo de desenvolver futuras lideranças negras, apoiando universitários de baixa renda, por meio de estratégias de fortalecimento e permanência acadêmica, além de promover o ingresso qualificado no mundo do trabalho, com turmas em São Paulo (SP), Salvador (BA) e Rio de Janeiro (RJ).

Promovida pelo Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (CEERT), a iniciativa oferece 80 bolsas no valor de R$ 600 reais por mês, além de uma formação extracurricular que inclui elementos variados, considerando desde aspectos socioemocionais até desenvolvimento de capacidades de liderança, preparação para o trabalho, relações raciais e aulas de inglês.

As inscrições vão até o dia 16 de dezembro e a lista dos selecionados será divulgada em março de 2022. As atividades acontecem de março a dezembro. Realizado em parceria com a Universidade Federal da Bahia (UFBA), a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), o Programa conta com o patrocínio do Itaú e da B3 Social. Para mais informações, acesse aqui.

Segundo Luanda Mayra, coordenadora do projeto, apoiar a permanência dos jovens na universidade é muito importante, devido à alta evasão dos estudantes negrxs, ainda mais no contexto da pandemia. “O Prosseguir não está vislumbrando apenas o presente, mas também o futuro. A gente intervém hoje, com resultado a longo prazo, tendo a possibilidade de mudar a realidade da juventude negra”, diz Luanda.

“Tendo em vista as ações afirmativas, o Prosseguir se mostra uma intervenção político-pedagógica, sendo um exemplo prático de que esses jovens negros conseguem transformar o ambiente acadêmico.  É justamente nas ações afirmativas que precisamos atuar para que mais projetos que promovam a permanência universitária evidenciem para a sociedade que a juventude negra tem o direito a outras possibilidades de vida”, conclui.