Crédito: Reprodução

Crédito: Reprodução

O projeto Arasempre (Araçuaí, Minas Gerais) preparou um filme muito fofo, convidando crianças a falarem sobre seus direitos. Dormir no colo da mãe, comer melancia, subir em árvore, tomar banho de rio e brincar de casinha foram algumas das respostas.

A ideia é reforçar os direitos e deveres que os meninos e meninas brasileiros têm garantidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e pela Constituição de 1988. E se não é exatamente assim que foram escritos os artigos da lei, podemos dizer que a conclusão é a mesma: toda criança tem o direito de ser feliz.

A iniciativa tem o apoio da Petrobrás e faz parte do Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento (CPCD), ONG presidida pelo educador e antropólogo Tião Rocha.

Segundo Tião Rocha, a ação do Arasempre, conhecida como Ser Criança, possibilita um espaço onde se aprende brincando. “É ali, no coração de Araçuaí, que 160 crianças e jovens em situação de risco social crescem todo ano, contando com a participação das famílias, comunidades e escolas públicas da cidade para viver oportunidades de uma educação integral e mais justa”, diz o antropólogo.

Confira o vídeo!