[galeria id=5039]

Mais do que um acessório protetor da roupa, o avental virou item fashion do armário de qualquer gourmand. Não importa a idade nem o sexo de quem pretende pilotar a cozinha: há modelos masculinos com frases e desenhos bem humorados, modelos mais femininos, com estampas e laçarotes, que seguem a tendência da moda, e modelos para os pequenos chefs.

Muito diferente dos trajes sérios usados em hotéis e restaurantes mais tradicionais, eles podem ser encontrados em lojas especializadas em objetos para casa como Coisas da Doris e até mesmo em restaurantes. Muitos chefs lançaram linhas assinadas.

É o caso de Renata Vanzetto, de 24 anos, do Marakuthai, nos Jardins, conhecida por amarrações de lenços na cabeça, colares e outros enfeites, mesmo quando está à frente das panelas.
“Acabei bolando uma linha para as amigas, que reclamavam a falta de um avental bonito e prático, que servisse tanto para receber os convidados como para cozinhar.”

A chef fez oito modelos, com tecidos estampados e cheios de bossa. Como são customizados, um nunca é igual ao outro. Custam de R$ 50 a R$ 120. Para quem leva a gastronomia mais a sério, fez duas domas (modelo que vai até o meio da perna) moderninhas dupla face.
Gourmet. “Desde que fizemos uma cozinha gourmet em casa, esse virou o espaço preferido para receber os amigos. Quando se cozinha não dá para abrir mão do avental, mas tem de ser um que combine com o meu visual”, diz a apresentadora de TV Tatjana Ceratti, que comprou um com estampa de oncinha. “Quando minha filha viu, quis um igual.”
A chef Carla Pernambuco também desenvolveu uma coleção de aventais, à venda no restaurante Las Chicas. O mais barato, o modelo mirim, sai por R$ 70; o mais caro, para adultos, custa R$ 140.

“Para quem vai usar o avental profissionalmente, sempre indico que seja feito de puro algodão”, diz Lili Barros, proprietária da Fashion Chef, loja que fornece uniformes para restaurantes como Dalva e Dito, de Alex Atala, e Attimo, do chef Jefferson Rueda e do restaurateur Marcelo Fernandes.

Material. “O algodão é uma matéria-prima mais segura. Ele não propaga o fogo como poliéster, por exemplo. Mas, se for um modelo mais para fazer um charme, tudo bem.”

 

 

LAS CHICAS: R. OSCAR FREIRE, 1.607; TEL.: (11) 3063-0533 OU
MARAKUTHAI: AL. ITU, 1618, J. PAULISTA;
TEL. 11 3081- 6762<MC1>;

ARI BERALDIN: AL. GABRIEL MONTEIRO DA SILVA, 1326. TEL.: (11) 3459-6868

COISAS DA DORIS: AL. MIN. ROCHA AZEVEDO, 834, C. CÉSAR

CASA LOUCA: WWW.CASALOUCA.COM.BR

ISOPRENE: WWW.ISOPRENE.COM.BR