[galeria id=5435]

Como nem toda loja embrulha para presente o produto que vendeu, muitas vezes a saída é comprar laços, fitas e caixas para dar um jeito no visual. Neste ano, as embalagens estão ainda mais práticas – e as que já eram práticas, mais atraentes.

 

As sacolas de papel, por exemplo, antes só usadas pelos lojistas, ganharam um design diferenciado e viraram opção tão concorrida quanto as caixas decoradas. Os práticos sacos de TNT chegaram estampados. “No Natal passado, só tinha saco liso”, diz Jefferson Gonçalves, de 30 anos, gerente da loja Papel Magia do Shopping Eldorado.

 

Nessa rede, a grande atração é a sacola com dobradura do Papai Noel, colada na parte da frente. Nas papelarias já existe até um setor de sacolas, com todos os tamanhos, formatos e padronagens. Entre elas, opções menos temáticas com papel laminado resistente, que vem com cartão amarrado à alça.
A garçonete Josie da Silva, de 24 anos, quase levou uma sacola grande para colocar o jogo de tapete para banheiro, que comprou para o amigo secreto da empresa. Custava R$ 19,90. O preço a fez ponderar a compra. Como tinha gasto R$ 60 com o presente, achou melhor levar uma embalagem mais barata.

 

Pegou um saco de tecido liso, que saiu por volta dos R$ 7.
Neste Natal, a maioria das grandes papelarias embrulha o presente e cobra apenas o material usado. Nos shoppings, na hora do almoço, a facilidade vem provocando filas.

Denise e Aylton compraram o presente em Miami

 

Direto de Miami. “Muita gente comprou os presentes de Natal nos Estados Unidos. Eu fiz isso. Como vieram na mala, tive de trazer para embrulhar”, explica a empresária Cristina Lima, de 37 anos, que estava na fila de uma papelaria para embrulhar as 12 lembrancinhas escolhidas para as secretárias.

 

Os publicitários Ailton Lima, de 42 anos, e Denise Novazzi, de 40, compraram em Miami uma carteira para o amigo secreto e escolheram uma caixa de coruja de R$ 25. “A caixa tem um preço salgado”, disse Denise. “Mas o presente é para o chefe”, justificou Lima.

 

Nem todo mundo quer tanta praticidade. “Tem quem goste de fazer a embalagem”, diz Susana Bang, gerente da Gana Presentes, no Paraíso. “Daí oferecemos o kit de cartonagem. Tem para caixas e sacola.”

O kit da sacola (R$ 29) de uma cartolina dura, bem resistente, vem na cor natural. É preciso ainda comprar tecido para forração e cola. A embalagem já é um presente. A sacola depois pode ser usada como bolsa ou revisteiro.

[galeria id=5437]

 

Todo pacote de presente precisa de um arremate que, em geral, é feito com uma fita. Pode ser um laço ou um arranjo, mas mata o pacote se não for bem feito. Para quem não tem jeito com trabalhos artesanais, foi lançado um tipo de arranjo express, o Laço Cromus, que vem em rolo (R$ 10,90, com 10 metros).
“É bem fácil de usar”, explica Elisa Proença, gerente da Papelaria Universitária.
Outra saída é comprar laço pronto. A mesma Papelaria Universitária vende laços de fita de cetim (R$ 1,50) prontos.

Na Casa das Festas, eles custam a partir de R$ 2,99. Já na Elo 7, é preciso encomendar com 5 dias de antecedência. Um laço de 15 cm x 15 cm sai por R$ 15.