Dadinho de tapioca será uma das receitas do festival. FOTO: CLAYTON DE SOUZA/ESTADÃO

O Festival de Gastronomia Orgânica – Da Terra ao Prato comemora este ano sua décima edição, e será realizado no Parque Villa-Lobos, na zona oeste da capital paulista neste fim de semana, dos dias 4 e 5 de agosto. O evento foi idealizado pela cozinheira e educadora alimentar Leila D a fim de promover a alimentação saudável e baseada no cultivo agroecológico. Vários chefs ligados à alimentação sustentável e orgânica vão estar ali, ensinando, em oficinas na Cozinha Evolutiva, receitas deliciosas com base principalmente em vegetais.

O festival contará também com uma feira de produtores orgânicos, feira de gastronomia, oficinas de culinária e de bem-estar, rodas de conversa e painéis e o “território da criança”. Uma das novidades é um bar orgânico, que servirá drinks, kombuchas, cervejas e sucos. Além de almoçar no Villa-Lobos e aprender receitas de base vegetariana e também vegana, o visitante já sai de lá com a feira orgânica da semana.

Para esta edição, estão previstos cerca de 40 expositores (entre vendedores de frutas, legumes e hortaliças orgânicas, além de processados, como doces, sucos, ovos e laticínios e também na feira gastronômica); 10 chefs ligados à culinária predominantemente vegetariana, orgânica e sustentável, além de vários outros profissionais e restaurantes especializados em alimentação orgânica e vegetariana para um público esperado de pelo menos 20 mil pessoas.

Ah! A entrada é gratuita. Algumas oficinas, porém, são pagas (veja no site www.festgastronomiaorganica.com.br a programação completa).

Conforme Leila D, a ideia central do Festival de Gastronomia Orgânica é promover uma experiência única em torno na nutrição consciente. “Quando escolhemos um alimento para comer, interferimos em toda a cadeia, adquirimos responsabilidade ambiental, social, econômica, intelectual e espiritual”, diz ela, reforçando sua missão de fomentar a cultura orgânica baseada no conceito plant based (em que os vegetais são os protagonistas da refeição) e apresentando uma gastronomia de alta qualidade.

Assim, o público poderá aprender receitas de vários e renomados chefs – como Rodrigo Oliveira, do Mocotó, que ensinará como fazer os famosos dadinhos de tapioca no espaço Cozinha Evolutiva; Marcelo Bastos, do Jiquitaia e do Vista, que apresentará uma receita exclusiva preparada com feijão bolinha e legumes, e Ana Soares, do Mesa III, e Mara Salles, do Tordesilhas, que falarão sobre as diferentes espécies de palmito e apresentarão um menu a partir do espaguete do palmito juçara, além de pupunha tostado, panc’s e azeite aromático.  Vão participar também Ana Luiza Trajano, do Instituto Brasil a Gosto; Edson Leite, do Gastronomia Periférica; Checho Gonzales, do Comedoria Gonzales, e a nutricionista Gabriela Kapim, apresentadora do GNT.

Painéis sobre questões ambientais, agroecológicas e outros temas sustentáveis, além de oficinas de culinária para crianças e várias outras atividades para os pequenos também estão programados. No espaço Bem-Estar, a Weleda promoverá atendimentos com massagem, meditação, yoga, pilates e workshop e automassagem.

SERVIÇO

O 10º Festival de Gastronomia Orgânica – Da Terra ao Prato

Dias 4 e 5 de agosto (sábado e domingo), das 10h às 18h, no Parque Villa-Lobos (Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 2001, Alto de Pinheiros, São Paulo, SP).

A entrada é gratuita.

Os pratos servidos durante o evento custarão no máximo R$ 35. Já as aulas na Cozinha Evolutiva custarão R$ 80.