Quiosques com produtos orgânicos e da agricultura familiar são a aposta do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) para divulgar a agricultura orgânica e familiar do País – dentro do projeto Brasil Orgânico e Sustentável – durante a Copa do Mundo de futebol, que começa no dia 12 de junho. Em São Paulo, um desses quiosques estará montado no Vale do Anhangabaú, no centro da capital, e ofertará produtos de várias cooperativas de produtores.

Segundo o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS, Arnoldo de Campos, estes quiosques serão montados nas dez cidades-sede da Copa do Mundo, entre os dias 11 e 17 de junho. A informação foi dada por Campos durante palestra no 10º Fórum Internacional de Agricultura Orgânica e Sustentável, realizado no dia 5 de junho, em São Paulo (SP), durante a BioBrazil Fair/Biofach América Latina, evento voltado a produtos orgânicos, naturais e sustentáveis, que prossegue até o dia 7 de junho, sábado, no Pavilhão da Bienal, no Parque do Ibirapuera.

“Não só visitantes estrangeiros, como os próprios brasileiros, poderão tomar conhecimento da produção orgânica e familiar brasileira. “E não é só isso: os 20 mil voluntários arregimentados pelo governo federal para trabalhar durante a Copa receberão um kit de alimentos orgânicos e da agricultura familiar, com sucos orgânicos, castanhas, frutas secas e bolos, em mais uma iniciativa de promoção da alimentação saudável, já que o desafio de erradicar a fome no Brasil já está quase concluído. Temos de partir agora para melhorar a qualidade da alimentação”, disse Campos. Ele lembrou que, enquanto os voluntários da Fifa vão “comer no Mc Donald’s – patrocinador oficial da Copa do Mundo -, os nosso voluntários vão receber produtos orgânicos, naturais e sustentáveis e, ainda por cima, com este projeto, vamos incentivar a produção de mais alimentos deste gênero e o nossos produtores”, ironizou.

As capitais que abrigarão esses quiosques orgânicos são Brasília, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador.