Roupas tecnológicas sempre nos pareceram como uma possibilidade distante, com ares futuristas. E estímulos para essa construção não faltaram, dos personagens da animação The Jetsons até as criações da Spage Age, eternizadas pelo trio de estilistas André Courrèges, Paco Rabanne e Pierre Cardin.

O fato é que esse futuro já chegou e a forma das roupas e acessórios não se alterou a ponto de parecermos como os astronautas idealizados no passado (risos). As chamadas wearables technology, ou simplesmente tecnologias vestíveis, já podem ser encontradas em lojas de grandes marcas internacionais a redes de magazine. E seu escopo vai muito além de tecidos inteligentes ou impressões em 3D, já que basicamente o esforço de desenvolvimento em wearables hoje se concentra na conectividade das roupas (bem à moda da “Internet of Things”).

Separei 5 exemplos que já são uma realidade disponível para o mercado consumidor e que, por isso, já podem fazer parte do seu look diário.

Relógios: o primeiro wearables disponibilizado para consumo em massa, os relógios também têm evoluído significativamente. Várias marcas já comercializam seus modelos (Intel, Qualcomm, Samsung, LG, Apple, Sony etc.) e suas funções vão além da interação com redes sociais, e-mails e ligações, agora eles podem cuidar até da sua saúde. O modelo Life Band Touch (LG), por exemplo, pode monitorar sua frequência cardíaca, contar passos, medir distâncias percorridas, sua velocidade média de caminhada e até as calorias gastas num dia ou atividade física específica.

Pulseiras: sem recurso de smartphone como e-mails ou ligações, elas estão focadas na sua saúde (você deve, inclusive, dormir com uma delas no pulso). Assim, vão registrar suas atividades durante as fases do sono combinando com os resultados da mensuração do batimento cardíaco. O histórico gerado – ainda que não preciso como um equipamento médico – poderá ajudar na prevenção de doenças, diagnósticos, acompanhamento e tratamentos. Produtos já disponíveis no mercado: Pulseira UP (Jawbone); Flex (Fitbit); Fuelband (Nike); Nabu (Razer); Xiaomi Mi Band (Xiaomi); Vívofit (Garmin).

Moletom: a marca Rusty lançou uma série de modelos de casacos chamados de Wired 4 que trazem uma solução simples, porém funcional: fones de ouvido integrados aos cordões do capuz. 100% lavável em máquina, a peça facilita para àqueles que preferem praticar atividades físicas ou rotinas do dia a dia ao som de sua playlist favorita. O inconveniente é que um aparelho MP3 ou smartphone ainda precisa ser transportado com o casaco para conexão ao fone de ouvido.

Mochila-bateria: feita com material impermeável e com sistema de amortecimento para os proteger o conteúdo, a mochila AMPL Smartpack oferece também recursos tecnológicos: portas USB para recarga rápida de aparelhos, integrados a um aplicativo que monitora os níveis de bateria dos dispositivos enquanto carregam.

Look emagrecedor: uma linha de produtos chamada Thin Ice promete ajudar as pessoas a perderem peso através da regulação da temperatura corporal e do metabolismo. Sem esforço físico, os desenvolvedores afiram que pode haver uma perda diária de 500-1000 kcal, graças a chips em determinadas partes da pele que contém alta concentração de recepção de calor e que usam o tecido dos produtos (meia, palmilha e colete) para dissipá-lo no corpo.