Transexual 'crucificada' é desconvidada de 'Sense8' e promete processar produtores

Gabriel Perline - O Estado de S.Paulo

Viviany Beleboni receberia cachê de R$ 300 para participar de três dias de gravações

Modelo transexual Viviany Beleboni durante Parada Gay em SP

Modelo transexual Viviany Beleboni durante Parada Gay em SP Foto: Felipe Resk

Convidada para participar de algumas cenas da segunda temporada da série Sense8, da Netflix, a modelo transexual Viviany Beleboni - conhecida por encenar uma crucificação durante a Parada do Orgulho LGBT de 2015 - disse ao E+ que ficou de fora das gravações após ter sido enganada por um dos produtores, a quem ameaçou de processar por transfobia.

Viviany diz ter recebido um convite para participar das gravações que acontecerão durante o desfile de trios elétricos na Parada do Orgulho LGBT deste domingo, 29, em São Paulo. Foi submetida a testes, aprovada e receberia um cachê estimado em R$ 300 por três dias de filmagens. O problema, segundo ela, é que o relacionamento com os produtores azedou no momento em que souberam que ela faria um ato político. 

"Me colocaram contra a parede e me disseram para escolher entre o meu protesto e a participação na série. Obviamente eu optei por fazer meu manifesto, já que aqui no Brasil nós não temos leis que nos defendem, assim como há nos Estados Unidos", comentou.

Na quarta-feira, 25, ela diz ter entrado em um acordo com a equipe e teria acertado que sua participação ocorreria em cenas gravadas em um aeroporto e em um restaurante. Na quinta-feira, 26, ao buscar informações sobre os locais das filmagens, ouviu de um dos produtores responsáveis pelo elenco brasileiro que as gravações haviam sido canceladas. 

No sábado, 28, conversou com um amigo - que também havia sido convocado para fazer figurações nas mesmas cenas que ela - e descobriu que as gravações, de fato, ocorreram. "Você acha que isso é o que, meu amor? Só pode ser transfobia. É triste os transexuais serem tratados com tanto descaso. Essa não é a primeira vez e nem será a última que isso acontecerá", desabafou Viviany em conversa com o E+, por telefone. "Eu vou processar este produtor e todos que estiverem envolvidos. Isso não se faz. É um desrespeito enorme", afirmou ela, que não quis mencionar o nome do rapaz que ela prometeu processar.

A reportagem entrou em contato com O2 Filmes, de Fernando Meirelles, escolhida para produzir as cenas de Sense8 gravadas em São Paulo, e a produtora diz que desconhece a particularidade das negociações com Viviany Beleboni. A Netflix, até o momento, não possui uma resposta oficial sobre o caso. 

Na segunda-feira, 30, a O2 enviou ao E+ seu posicionamento oficial a respeito do caso. "A O2 Filmes, responsável pela produção da série Sense8, afirma que as gravações ocorreram normalmente neste final de semana em diversos locais da cidade de São Paulo. A modelo transexual Viviany Beleboni, selecionada para participar da figuração das gravações da série, quando contactada para confirmação como figurante, a mesma não tinha disponibilidade por conta de outro compromisso pessoal", explica a produtora.