Ex-atriz da Globo acusa emissora de financiar filme sobre a Lava Jato

Redação - O Estado de S.Paulo

Atriz afirma que não há registros de quem são os patrocinadores e apoiadores do longa 'Polícia Federal - A Lei é Para Todos'

Tassia Camargo participou de uma conversa no canal O Cafezinho

Tassia Camargo participou de uma conversa no canal O Cafezinho Foto: YouTube/ Diego González - O outro lado da informação

Atualizada em 13 de julho, às 17h45

Tassia Camargo, que já foi atriz da Globo, acusou a emissora de ser uma das financiadoras do filme Polícia Federal - A Lei é Para Todos, longa sobre a Operação Lava Jato, previsto para 7 de setembro. 

Em um vídeo da página de Facebook O Cafezinho, Tassia afirmou que não há registros de quem são os patrocinadores do filme na Lei Rouanet. "Como não se tem quem patrocinou isso, quem vai contabilizar? Cadê o Imposto de Renda disso? De onde saiu esse dinheiro?", questionou. 

A atriz acredita que os fundos que bancaram o filme sejam dos Estados Unidos e da Rede Globo. "De onde saiu esse dinheiro? Eu tenho certeza que dos Estados Unidos com a TV Globo, que a gente tem que derrubar, tem que invadir, e do Aécio", disse. 

Tassia ainda criticou o juiz Sérgio Moro e falou sobre a proximidade das datas da condenação de Lula e do lançamento do longa. 

Procurada pelo E+, a Globo afirmou que não tem qualquer ligação com o longa.