Sila some e a família toda se preocupa​ em 'Sila: Prisioneira do Amor'

- O Estado de S.Paulo

Capítulos de segunda-feira (9/5) a sábado (14/5)

 

Sila some e a família toda se preocupa​

Segunda-feira, 9 de maio

Boran e Sila ficam desnorteados após o encontro na rua. Sila some e a família toda se preocupa. Abay fica aflito, pois Boran também some. Sila pensa que Boran está envolvido com outra mulher e sofre com isso.

 

Narin tenta convencer Sila do amor de Boran​

Terça-feira, 10 de maio

Boran rasga todas as fotos de Sila. Narin tenta convencer Sila do amor de Boran. Gizem conta a Abay sobre o encontro de Sila e Boran. Bedar conta a Celil que Sila está grávida. Azad e a família acreditam que o bebê pode salvar a vida de todos.

 

Celil sofre a pressão do clã para cumprir a tradição

Quarta-feira, 11 de maio

Abay liga para Sila e combinam um encontro. Sila fica abalada após conversar com Abay e pede ajuda a Emre. Boran descobre que Abay se encontrou com Sila e fica furioso. Celil sofre a pressão do clã para cumprir a tradição.

 

Boran invade a casa de Sila e é baleado​

Quinta-feira, 12 de maio

Boran descobre que Sila está grávida. Ele liga para Sila, mas ela desliga o celular. Boran tenta impedir Dihan de seguir as ordens do clã e ameaça matá-lo. Boran invade a casa de Sila e é baleado. Azad e Emre se desentendem. Após perder muito sangue, Boran desmaia e é socorrido por Abay e Gizem.

 

Boran compra presentes para o bebê​

Sexta-feira, 13 de maio

Sila matricula o irmão na escola. Dihan duvida que Boran seja o pai do bebê de Sila. Boran matricula uma criança na mesma escola de Emir. Sila decide ter o bebê, mas ainda pensa que Boran é infiel. Boran compra presentes para o bebê e vê fotos de Emre no quarto de Sila.

 

Sila e Boran fazem as pazes

Sábado, 14 de maio

Boran e Sila se encontram na porta da escola. Sila sofre um acidente de carro e se preocupa com a saúde do bebê. Boran vê Sila saindo do hospital de braços dados com Emre. Sila obriga Boran a encontrá-la na praia e, depois de uma longa discussão, fazem as pazes.