Dihan sequestra Sila e a leva no penhasco em 'Sila: Prisioneira do Amor'

- O Estado de S.Paulo

Capítulos de segunda-feira (30/5) a sábado (4/6)

Foto: Divulgação

Dihan sequestra Sila e a leva no penhasco

Segunda-feira, 30 de maio

Boran faz tudo para encontrar Sila e descobre que Dihan é o responsável pelo sequestro. Celil liga para o pai de Dihan e o ameaça de morte. Sila tenta deixar uma pista para a polícia encontrá-la. Dihan leva Sila para Mardin e a coloca no penhasco onde Yezda morreu.

 

Sila é torturada por Dihan

Terça-feira, 31 de maio

Sila é torturada por Dihan e perde muito sangue. A vida do bebê está ameaçada. Boran encontra Sila e a leva ao hospital. Celil vai a Mardin decidido a se vingar dos chefes do clã. Bedar também viaja para Mardin. O bebê de Sila sobrevive.

 

Kevser tenta expulsar Sila de casa

Quarta-feira, 01 de junho

Dihan visita a esposa e os filhos. Boran cuida de Sila no hospital. Boran discute com o pai, pois ele não quer permitir a entrada de Sila na casa da família. Boran humilha Dihan em praça pública. Kevser tenta expulsar Sila de casa, mas Boran a impede. Firuz permite que Sila fique.

 

Dihan agride sua esposa

Quinta-feira, 02 de junho

Dihan agride sua própria esposa. A polícia começa a investigar o sequestro de Sila. Sivan busca a irmã Ayse na casa de Bedar e a devolve ao marido. Ele volta a agredi-la. Narin encontra o pai e ele se nega a cumprimentá-la

 

Boran desconfia que Sila está comprando terras

Sexta-feira, 03 de junho

Sila e Boran tomam banho juntos. Boran convoca uma reunião com os líderes e comunica a decisão de expulsar Dihan do clã. Boran ainda pensa que Sila está comprando terras em Mardin. Dihan fica furioso com a decisão de Boran e promete vingança. Bedar insulta Sila e ela chora nos braços de Boran.

 

Sila vê Ayse machucada e a protege

Sábado, 04 de junho

Boran vai a casa onde Ayse vive com o marido e descobre que ela foi acorrentada por ele. Narin se encontra com a mãe em segredo, mas o pai descobre e sofre um ataque cardíaco. Sila vê Ayse toda machucada e promete protegê-la. Boran salva mais uma jovem que seria morta em nome da tradição.