Relembre (e assista) pegadinhas clássicas da TV brasileira

Redação - O Estado de S.Paulo

Quem nunca deu risada com um bom vídeo de 'câmera escondida'?

Ivo Holanda durante pegadinha para o 'Topa Tudo Por Dinheiro' do SBT, em 2001

Ivo Holanda durante pegadinha para o 'Topa Tudo Por Dinheiro' do SBT, em 2001 Foto: L. C. Leite / Estadão

O gênero das 'pegadinhas' faz sucesso no Brasil há muito tempo, e teve seu auge durante a década de 1990, principalmente em programas comandados pelo apresentador Silvio Santos.

Feitas com alvos anônimos ou conhecidos do grande público, eram certeza de boas gargalhadas. Separamos algumas para você assistir novamente e se divertir!

Confira!

Carla Perez e o Disco  Voador

Quando a loira do Tchan estava no auge da carreira em 1996, foi alvo de uma histórica peça pregada no Topa Tudo por Dinheiro, de Silvio Santos. A produção armou para que o carro em que ela estava 'quebrasse' no meio de uma estrada escura, e se deparasse com um disco voador repleto de luzes e fumaças, desembarcando em nosso planeta. Teve direito até mesmo a um 'etezinho' verde que foi tentar se comunicar com a terráquea.

 

Show interrompido por rebelião

Os integrantes do grupo de pagode Desejos haviam sido convidados para fazer um show em um presídio paulistano. Os integrantes fizeram passinhos tímidos enquanto dançavam ao som do playback, até que... homens com facas os fizeram de reféns, assim como o diretor que os levou até lá. "Falou que ia trazer o Vavá, cadê o Vavá mano?", bradava o líder da rebelião que se iniciava. Em certo momento, a 'imprensa' é chamada para entrar no local e pergunta aos pagodeiros se concordam com as reivindicações dos presos: "Tudo, tudo, com certeza!", respondeu um dos integrantes, deseperado para ir logo embora antes que a pegadinha se revelasse.

 

Turbulência

O grupo Katinguelê faria apenas mais uma viagem normal de avião, mas, ao chegar ao aeroporto, as coisas começam a ficar estranhas com o piloto estando com o braço quebrado. Durante a viagem, brigas na cabine por conta de uma bebedeira do co-piloto, fumaça, e movimentos estranhos do avião fazem com que a viagem tome outros rumos. Quando todos já estão tirando as camisas por conta do calor e a aeronave finalmente pousa, são supreendidos com um revólver nas mãos do co-piloto! 

Táxi da morte

Quem não se lembra da 'simpática' caveirinha que abordava as pessoas na rua enquanto dirigia seu táxi?

 

Testando colete à prova de balas

Que tal trabalhar em uma empresa que produz coletes à prova de balas? A proposta de trabalho parece interessante, e, após o atual dono do cargo leva alguns tiros e morre, surge uma nova vaga. Você aceitaria?

 

Sequestrador por engano

Essa é da época em que ainda havia fila para usar orelhão! Enquanto um ator simulava negociar um sequestro, a pessoa que estava atrás ficava 'na dela'. Assim que ele saía, passavam a usar o aparelho, e o departamento anti-sequestros da polícia aparecia, para apreender quem estava pedindo resgate no local. Impagável!