Record TV é denunciada por violação de direitos humanos após estreia de reality

Redação - O Estado de S. Paulo

‘A Casa’ confinou cem participantes em espaço de 120 m² e motivou inquérito civil na procuradoria de São João da Boa Vista (SP)

Reality 'A Casa' é apresentado por Marcos Mion; primeiro episódio foi ao ar nesta terça, 27

Reality 'A Casa' é apresentado por Marcos Mion; primeiro episódio foi ao ar nesta terça, 27 Foto: Iara Morselli/Estadão

Imagine confinar cem pessoas em uma casa que tem estrutura para apenas quatro. É essa a proposta do reality show A Casa, que estreou nesta terça-feira, 28, na Record TV. A experiência levou telespectadores a denunciarem a emissora por violação de direitos humanos no Ministério Público, segundo informou o colunista Leo Dias, do jornal O Dia.

Procurado pelo E+, o órgão confirmou que um inquérito civil foi aberto contra o canal na Procuradoria da República, no município de São João da Boa Vista (SP).

Ainda segundo a assessoria do Ministério Público, o processo está em fase de coleta de informações e, posteriormente, a emissora poderá ser notificada.

A Casa é comandada pelo apresentador Marcos Mion. Entre as curiosidades do programa, está o fato de haver apenas quatro camas e dois banheiros na residência de 120 m².

Os participantes passarão por diversas provas, e nelas serão definidos os líderes que decidem quem sai do programa. A cada rodada são eliminados de 10 a 25 candidatos. O último a sair leva o prêmio de até R$ 1 milhão.