Nova série vai continuar a história de ‘Making a Murderer’

Redação - O Estado de S.Paulo

Sem ligação com a Netflix, a série vai contar a história do julgamento de Steven Avery

Uma produtora vai fazer uma continuação da série 'Making a Murderer', mostrando detalhes do julgamento de Steven Avery

Uma produtora vai fazer uma continuação da série 'Making a Murderer', mostrando detalhes do julgamento de Steven Avery Foto: Reprodução de cena da série 'Making a Murderer'/Netflix

A série da Netflix Making a Murderer, lançada em 2015, contou a história de Steven Avery, um homem que ficou 18 anos preso por conta de um estupro que não cometeu e que, dois anos após ser perdoado crime, em 2003, foi preso novamente por conta do homicídio de uma mulher. A série mostra como a investigação foi problemática e poderia criar dúvidas se Avery realmente cometeu o crime.

Agora, uma nova série sem ligação com a Netflix pretende continuar a história. Convicting a Murderer vai focar no processo judicial em si, dando espaço para os envolvidos nas audiências darem seus depoimentos, agora que os procedimentos jurídicos estão encerrados.

“Quando Making a Murderer foi produzida, muitas das autoridades envolvidas não podiam participar da série, o que resultou em uma análise parcial do caso”, disse Shawn Rech, que vai produzir a nova série, para a revista Entertainment Weekly. “O nosso documentário vai examinar o caso e as acusações de uma perspectiva mais ampla. Também vamos examinar os efeitos traumáticos de ser condenado pela opinião pública”, continuou.

A nova série ainda não tem data de estreia. Segundo o produtor, quando as filmagens da série forem finalizadas, ela será vendida para emissoras e distribuidoras interessadas em comprar o projeto.