Fora da TV aberta há 3 anos, Adriane Galisteu negocia retorno com duas emissoras

Gabriel Perline - O Estado de S.Paulo

Apresentadora trabalhou na Band até 2013; atualmente está em um canal da TV paga

Foto: Reprodução/YouTube

Sem contrato com a TV aberta desde 2013 - quando acabou seu vínculo com a Band -, Adriane Galisteu negocia seu retorno com duas emissoras. Enquanto uma deu carta branca para ela trazer um projeto para os finais de semana, a outra apresenta uma ressalva bastante peculiar.

Na primeira emissora, Galisteu teve uma conversa empolgada com a superintendência artística da casa, que lhe ofereceu um espaço aos sábados para movimentar a grade, atualmente preenchida por projetos institucionais e comerciais - que raramente lhe tiram do traço no Ibope.

Recentemente, ela participou como convidada de um dos principais programas da casa e o resultado foi avaliado como positivo: a audiência subiu e o público registrou diversos elogios à loira.

Na segunda emissora as conversas também fluíram bem. No dia de sua visita, ela bateu um papo com os sócios e diretores para verificar uma brecha na programação que ela pudesse vir a ocupar. Em seguida, concedeu uma entrevista a um talk show da casa e retomou o papo com os possíveis chefes em um animado jantar.

No entanto, nesta emissora há um detalhe que pode azedar suas negociações: a esposa de um dos donos do canal, que há anos tenta se firmar como apresentadora, mas raramente consegue sai da margem do 0,5 ponto no Ibope (cada ponto equivale a 69,4 mil domicílios). Ela teme perder o holofote e o espaço que ocupa na programação, e já pediu para o marido não contratar Galisteu.

Adriane tem trabalhado com as duas possibilidades e deve apresentar novidades ainda em 2016. Por enquanto, ela segue com o Papo de Cozinha, no canal Discovery Home & Health, e com seu canal no YouTube, o #GalisteuSemFiltro, no qual dá dicas de moda, beleza e fala sobre temas cotidianos.