Batoré e Carlos Alberto de Nóbrega superam briga e se reencontram após 13 anos

- O Estado de S.Paulo

Apresentador de 'A Praça É Nossa' ganhou homenagem no 'Domingo Legal'

Havia pouco mais de 13 anos que Ivan Gomes, o Batoré, e Carlos Alberto de Nóbrega não se falavam. Neste intervalo, muitas trocas mútuas de farpas rolaram. Mas os ânimos se acalmaram e os dois voltaram a se encontrar nesse domingo, 5.

A paz foi selada graças à homenagem que o Domingo Legal, de Celso Portiolli, preparou para Carlos Alberto por conta dos 30 anos de A Praça É Nossa. Houve espaço para diversos depoimentos - incluindo o de Silvio Santos -, lágrimas e risos. O ponto alto da homenagem foi a entrada, ao vivo, de Batoré. 

"Houve um desentendimento, uma besteira, eu fiquei muito magoado. E a imprensa adora aumentar as coisas. No final do ano passado eu estava assistindo a novela Velho Chico e achei espetacular a interpretação do Batoré. E eu não guardo rancor de ninguém. Isso dá câncer, Deus me livre!", disse Nóbrega, que voltou a chorar quando Batoré foi anunciado por Portiolli.

"Tudo começou aqui, na Praça, e foi aqui que fui figurante, foi através desse cara que eu tive o meu primeiro apartamento, meu primeiro carro, casei. E eu sou um cara muito feliz. Aprendi muito com você. Essa distância me ensinou muito. Tudo aquilo que você viu em Velho Chico foi porque eu passei aqui, foi porque você me chamou a atnção muitas vezes e me deu oportunidade", disse Batoré.

Confira abaixo o reencontro: