Após 4 temporadas, uma mulher é campeã pela primeira vez no 'Hell's Kitchen'

- O Estado de S.Paulo

Cris Mota superou Maílson da Silva na final do reality do SBT

A quarta temporada do Hell's Kitchen Brasil já havia estreado de maneira histórica: Danielle Dahoui foi a primeira mulher a comandar a cozinha da franquia do reality em todo o mundo. E a final, exibida na noite de sábado, 17, trouxe mais um fator inédito. Cris Mota se tornou a primeira mulher a vencer a competição no Brasil.

Ela disputou a prova final com Maílson da Silva, e foi quem suportou melhor as pressões da chef e apresentou os melhores pratos ao longo da temporada. Como recompensa, faturou o prêmio de R$ 100 mil e cursos de aprimoramento no Bistrô Ruella, chefiado por Dahoui, em São Paulo.

Esta foi a segunda vez, em quatro edições, que uma mulher chegou à final da competição. Na primeira temporada, Arthur Sauer disputou o prêmio com Beatriz Buessio, e o rapaz levou a melhor. Nas temporadas seguintes, as finais tiveram Filipe Santos (vencedor) e Hugo Grassi, e Rodrigo Schweitzer (vencedor) contra Bruno Pelisson.

"Estou aqui para representar as mulheres, as minorias. Todos aqueles que sofrem por algo menor", disse Cris, após ser coroada campeã.

A 5ª temporada do Hell's Kitchen Brasil está garantida na grade do SBT, em 2017.