Verão 2015/2016: Guia das meias

Marília Marasciulo - O Estado de S.Paulo

Meia preta e sapato marrom pode? E colorida com tênis? Veja como combinar meia e calçados em situações formais e esportivas

A menor peça do guarda-roupa masculino talvez seja a que mais cause dúvidas. Afinal, como combinar a meia com o sapato em looks formais e esportivos? Universal mesmo, só uma regra: a não ser que esteja indo para a ginástica, em hipótese alguma, use meia branca de algodão - isso vale para as de cano alto, que aparecem, não para as do tipo sapatilha, que ficam escondidas. "Elas não são legais nem modernas", afirma Fabio Paiva, jornalista e stylist especialista em moda masculina.

 

Para a combinação com terno e sapato social, há algumas dicas específicas que ajudam a montar um look correto. Confira as sugestões de Paiva.

•    Com ternos claros, o ideal é combinar a cor da meia com a do sapato. Por exemplo, sapato marrom vai com meia marrom, bege com bege e preto com preto.

•    Com terno preto, não tem jeito: o sapato e a meia devem necessariamente ser da cor do terno - ou seja, tudo preto.

•    Com outras cores de terno, a meia deve combinar com o sapato ou a calça. Por exemplo, se o terno é azul marinho, o sapato pode ser marrom combinado a meias azul marinho, ou preto com meias pretas.

•    Se o terno for cinza escuro, o sapato pode ser marrom com meias cinzas ou marrons, ou preto com meias pretas.

 

O tecido ideal para as meias sociais é a poliamida, sem detalhes, ou no máximo canelada. "E a altura correta é acima do tornozelo", afirma Paiva. 

Já em looks casuais, vale quase tudo (menos as meias brancas de algodão). “Dá para usar a criatividade, basta tomar cuidado para a meia não gritar muito e chamar uma atenção indesejável”, explica o stylist. Aqui, há duas regrinhas básicas.

• Busque padronagens e estampas no tom da calça ou do sapato. 

• Em uma produção esportivas, com tênis e bermuda, as meias podem ir até a metade da canela. “A elegância está nos detalhes, em como você harmoniza a peça com o restante das roupas”, diz Paiva.