Projeto social dá aulas online de automaquiagem online para deficientes visuais

Isadora de Almeida - Especial para O Estado de S. Paulo

A iniciativa, chamada Beleza Sensitiva, foi criada junto com a marca de maquiagem Catharine Hill

A maquiadora Juliana Toline ensina técnicas de maquiagem para deficientes visuais, com a ajuda da modelo Patricia de Moraes

A maquiadora Juliana Toline ensina técnicas de maquiagem para deficientes visuais, com a ajuda da modelo Patricia de Moraes Foto: Adryano Fortien/ Catharine Hill

O mercado da beleza ainda é bem escasso em opções de cursos e técnicas para deficientes visuais. Foi com isso em mente que a maquiadora e youtuber Juliana Toline criou o projeto Beleza Sensitiva, que conta com o apoio da marca Catharine Hill. A ideia consiste em ensinar mulheres que não possuem nenhuma visão ou apenas parte dela a se maquiar sem a ajuda de terceiros, com segurança e precisão. 

Os ensinamentos são passados em vídeos no canal de Youtube da profissional, que explica o passo a passo de forma didática e também mostra formas de organizar a maquiagem para facilitar o processo. São 6 passos, cada um abordado em um vídeo diferente: anatomia do rosto, pele (do primer ao pó), olhos (sombra, esfumado e máscara de cílios), blush, contorno e iluminação e organização da necessaire. 

Além disso, a loja virtual da Catharine Hill foi reestruturada para atender pessoas que são deficientes visuais. Com a ajuda de desenvolvedores e clientes, agora todo o e-commerce é compatível com o sistema que auxilia na leitura de dispositivos digitais para quem não enxerga, possibilitando a leitura dos itens, cores e preços e levando até a finalização da compra. Também é possível aumentar o contraste e as letras das páginas, facilitando a navegação para quem tem pouca visão. Segundo a diretora de marketing da marca, Julia Benedetti, o próximo passo do Beleza Sensitiva é promover cursos presenciais para quem quiser aprender mais técnicas de maquiagem.