O fim do Style.com

Jorge Grimberg - O Estado de S.Paulo

O que o fechamento do maior portal de moda norte-americano significa para a indústria

Página inicial do Style.com: fim de uma era 

Página inicial do Style.com: fim de uma era  Foto: Reprodução/ Style.com

A partir de setembro, um dos sites mais adorados pelos profissionais de moda deixará de existir. O Style.com, primeiro portal sobre o universo fashion do grupo Condé Nast, irá transformar-se na seção de desfiles da Vogue América. Chamado de Vogue Runway, o site ficará agora dentro do guarda-chuva da revista e sob o comando de Anna Wintour. O nome Style.com será usado em 2016 para sediar um novo e-commerce do grupo editorial.

Felizmente, os arquivos com reviews de desfiles dos últimos 15 anos continuarão a existir. Lançado em 1999, o Style.com foi pioneiro - antes de cada publicação possuir um site proprietário, a Condé Nast denominou o endereço como o espaço virtual da Vogue e da W Magazine, principais revistas de moda da editora no mercado dos EUA.

Com o tempo, outros títulos passaram a ter seus sites próprios e o Style.com continuou existindo de maneira independente. Tornou-se a página preferida dos insiders da moda para assistir aos desfiles e consultar os arquivos das grifes. Graças às imagens de passarelas sem edição e aos comentários inteligentes dos editores, o site passou a ser um player no mercado que não dependia tanto dos anunciantes (como as revistas dependem), oferecendo uma visão mais crítica, divertida e autêntica da moda.

O Style.com também teve um papel muito importante na minha carreira. Em julho de 2013, o portal lançou um projeto inovador, o Style Map, que envolveu colaboradores de mais de 60 cidades do mundo. Fui o escolhido para reportar sobre o mercado de moda em São Paulo e contar histórias sobre as marcas nacionais durante dois anos, fiz resenhas dos desfiles locais e contribuí com minha visão insider do nosso mercado.  

Retrato Alexandre Herchcovitch por Murilo Yamanaka para o Style.com (2013)

Retrato Alexandre Herchcovitch por Murilo Yamanaka para o Style.com (2013) Foto: Reprodução/ Style.com

O projeto mais marcante desse período foi a coleção de retratos e entrevistas com estilistas brasileiros que realizei entre 2014 e 2015, em parceria com o fotógrafo Murilo Yamanaka. No total, perfilamos 18 grandes nomes, a exemplo de Alexandre Herchcovitch e Vitorino Campos. A série virou uma referência internacional sobre a moda no Brasil e, no último mês, um acontecimento marcou o final dessa era: após ler minha entrevista com a estilista mineira Patricia Bonaldi, uma curadora do FIT (Fashion Institute of Technology) convidou a estilista para participar de uma exposição em Nova York. Um desfecho bonito para um trabalho que gerou muita satisfação e reconhecimento.

O site já deixa saudades, mas como na moda tudo se renova, esperamos que os novos ventos tragam mudanças positivas para o mercado editorial e para os fãs de moda, que têm cada vez menos opções de qualidade para buscar informação, à medida em que o imediatismo sem profundidade das redes sociais só cresce.