Nars critica testes feitos em animais na indústria de cosméticos

Anna Rombino - Especial para O Estado de S. Paulo

Marca se posicionou contra as leis chinesas e pediu a extinção do procedimento

A Nars é uma marca americana de maquiagem

A Nars é uma marca americana de maquiagem Foto: Instagram.com/narsissist

Na terça, 27, a Nars usou seu Instagram para fazer uma importante declaração sobre a indústria de cosméticos. A marca se posicionou contra testes feitos em animais, obrigatórios para qualquer empresa que quer entrar no mercado chinês - um dos maiores do mundo. 

As leis do país exigem que todos os produtos de maquiagem e cuidados com a pele sejam previamente experimentados em animais em laboratórios do governo antes de serem aprovados para vendas. Na publicação, a marca pediu ajuda dos consumidores para acabar com a regra.

"Queremos que vocês saibam que ouvimos vocês. A eliminação global de testes em animais precisa acontecer. Acreditamos que a segurança de produtos e ingredientes pode ser provada em métodos sem crueldade, porém precisamos cumprir as leis dos locais em que operamos, incluindo a China. Decidimos que a Nars iria operar no país porque achamos importante trazer nossa própria visão de beleza e arte para os fãs chineses. A Nars não testa em animais ou pede que outros façam em nosso lugar, exceto onde é exigido por lei. A Nars é comprometida e está trabalhando para avançar com testes alternativos. Estamos orgulhosos em apoiar o Instituto de Ciencia In Vitro, organização global líder em testes que não são feitos em animais ao redor do mundo. A Nars tem esperança que, juntos, alcançarmos um mundo sem crueldade."