Modelos de cabelos raspados desfilam para Victoria's Secret

Anna Rombino - Especial para O Estado de S. Paulo

Para promover a diversidade, marca apostou em tops com fios curtíssimos e naturais. Elas cruzaram a passarela sem apliques de madeixas longas e volumosas

Maria Borges foi a primeira modelo da história a desfilar sem extensões capilares para a Victoria's Secret

Maria Borges foi a primeira modelo da história a desfilar sem extensões capilares para a Victoria's Secret Foto: AP Photo/Francois Mori

Apesar de ter um casting com modelos de várias etnias, o desfile da Victoria's Secret sempre apresenta tops com o mesmo visual: corpo bronzeado, maquiagem natural e cabelos com extensão e ondas no estilo Gisele.

Porém, neste ano, a marca decidiu abraçar a diversidade das mulheres e empoderar a beleza negra ao permitir que três modelos usassem seus cabelos raspados na apresentação, realizada em Paris na quarta, 30.  

A angolana Maria Borges abriu o precedente em 2015, quando foi a primeira modelo da história ao desfilar para marca sem aplique.

Herieth Paul foi outra que desfilou para a tradicional grife de lingerie com seu cabelo natural.

Herieth Paul foi outra que desfilou para a tradicional grife de lingerie com seu cabelo natural. Foto: AP Photo/Francois Mori

Em 2016, ela ganhou mais duas companheiras: as americanas Jourdana Phillips, que abandonou o alisamento e assumiu os fios naturais há menos de um mês, e Herieth Paul.  

Jourdana Phillips assumiu a textura natural dos fios há menos de um mês

Jourdana Phillips assumiu a textura natural dos fios há menos de um mês Foto: Photo by Julien M. Hekimian/Getty Images for Swarovski