Modelo sul-sudanesa vira ícone ao celebrar a beleza da pele negra

Redação - O Estado de S.Paulo

Nyakim Gatwech chegou a ser questionada se clarearia a pele caso lhe oferecessem US$ 10 mil

Nyakim Gatwech, de 24 anos, recebeu o apelido de Rainha da Escuridão.

Nyakim Gatwech, de 24 anos, recebeu o apelido de Rainha da Escuridão. Foto: Instagram.com/queenkim_nyakim

Nyakim Gatwech, de 24 anos, é uma modelo do Sudão do Sul que, além de mostrar seus trabalhos no Instagram, tem se tornado um ícone na luta pela diversidade e daqueles que não são ouvidos de maneira expressiva. Ela até recebeu o apelido de Queen of the Dark.

Em seu perfil na rede social, a modelo conta que, certa vez, um motorista perguntou se ela clarearia a pele se lhe oferecessem US$ 10 mil (quase R$ 33 mil), ao que ela riu e o questionou: "por que eu clarearia esta linda melanina?"

Em outra foto, ela demonstra como ama seu tom de pele. "Querida pele escura de lua de mel, tez beijada pelo sol, pele queimada ou o que quer que eles te chamem: você é mais do que linda e o amor que eu tenho é incondicional porque você sou eu".

Mas Nyakim conta que esse amor nem sempre esteve com ela, foi algo que teve de ser construído ao longo do tempo. Na escola, ela sofria bullying e lembra de uma vez em que um homem apostou US$ 20 para perguntar se ela estava usando legging ou se a pele dela era escura mesmo.

"Houve um tempo na minha vida que eu considerei clarear minha pele para evitar uma aparência suja, as risadas, e para os meninos me acharem atraente", disse em entrevista ao Yahoo! Beauty.

Mas graças à percepção que ela construiu dela mesma e ao apoio de seus mais de 160 mil seguidores, Nyakim encontrou sua confiança.