Moda choker: gargantilhas voltam a fazer a cabeça de fashionistas

Marília Marasciulo - O Estado de S.Paulo

Febre nos anos 1990, o acessório apareceu nas coleções de verão 2016 de grifes como Dior e Chanel. Veja como usá-lo em looks do dia a dia

Campanha de primavera/verão 2016 da Dior

Campanha de primavera/verão 2016 da Dior Foto: Divulgação

 

Eternizadas por Cher, personagem principal de “Patricinhas de Beverly Hills”, filme icônico dos anos 1990, as chokers voltaram a fazer sucesso nos últimos meses. Lá fora, ganharam destaque nos desfiles das coleções de grifes como Chanel, Balmain e Dior - nesta, ainda sob a direção criativa de Raf Simons, foi acessório de praticamente todos os looks. Por aqui, ajudam a compor o visual meio fetichista de Atena, vilã da novela “A Regra do Jogo”, interpretada por Giovanna Antonelli.

 

A quem não está familiarizado com o termo: choker, em inglês, significa 'sufocador' e, na moda, designa o tipo de colar usado bem junto ao pescoço. A origem exata do acessório não é bem definida. "Há quem considere que surgiu na Antiguidade Clássica, outros acreditam que foi na Idade Média para distinguir os escravos", explica a consultora de moda Paula Acioli, coordenadora do curso de Gestão de Negócios de Moda da Fundação Getulio Vargas (FGV). Na moda, a peça aparece com frequencia desde os séculos 18 e 19 e se popularizou ao ser usada pela última rainha da França, Maria Antonieta, e outras mulheres nobres do período. 

Nos anos 1970, ganhou releitura dos hippies; nos anos 1980, dos punks; e, no fim dos 1990 e início dos 2000, um ar meio gótico com a choker tattoo. Aliás, a gargantilha tatuagem tribal, feita de plástico flexível trançado, é outra que está de volta e agora aparece no pescoço de adolescentes e mulheres moderninhas. As mais sofisticadas preferem a versão de metal, minimalista, que combina com quase tudo. Há ainda versões grossas, de veludo, com pingente, abertas... "Cada uma funciona de uma maneira no look e pode deixá-lo mais romântico ou transgressor", diz Paula. 

Desfile da coleção de primavera/verão 2016 da Chanel, durante a Semana de Moda de Paris, que ocorreu em outubro de 2015

Desfile da coleção de primavera/verão 2016 da Chanel, durante a Semana de Moda de Paris, que ocorreu em outubro de 2015 Foto: AP Photo/Francois Mori