Mario Queiroz narra história da moda masculina em exposição

Maria Rita Alonso - O Estado de S.Paulo

Mostra em cartaz no Senac Faustolo conta a trajetória do estilista em vinte anos de profissão

A trajetória do estilista Mário Queiroz pode ser conferida na exposição "20 Anos de Moda Masculina de Mario Queiroz. Rupturas”

A trajetória do estilista Mário Queiroz pode ser conferida na exposição "20 Anos de Moda Masculina de Mario Queiroz. Rupturas” Foto:

Mário Queiroz fez história na moda masculina como um dos mais transgressores estilistas brasileiros. Sua marca, criada em 1995, teve coleções apresentadas no antigo Phytoervas Fashion, na Casa de Criadores e no São Paulo Fashion Week até 2013. O melhor dessa trajetória pode ser conferido na exposição "20 Anos de Moda Masculina de Mario Queiroz. Rupturas”, aberta na última segunda-feira, 03, no prédio da unidade do Senac Faustolo, na Lapa.

“Tenho um grande acervo e estava pensando em doá-lo quando percebi que ele contava uma história e merecia uma exposição”, diz Queiroz, que hoje atua como professor,  pesquisador e consultor de estilo. Na mostra, as roupas estão dispostas em manequins elegantes, formando um panorama o trabalho do estilista, cuja carreira é marcada por lideias e looks transgressores. Entre as peças de destaque, estão um top cropped com gola rolê, uma saia longa em lã, camisas de marinheiro e um capuz com referências punk. 

A questão do gênero

Assunto em alta na moda hoje, o debate dos gêneros masculino e feminino é tema recorrente para Queiroz, que sempre introduziu elementos do vestuário das mulheres, como estampas e modelagens ajustadas, em peças para homens. Além dos looks, a exposição conta com fotos de campanhas, desfiles e do processo criativo do estilista. “Achei importante esmiuçar croquis e imagens que me trouxeram inspiração em cada trabalho que fiz”, explica. 

Para pensar no papel dos homens de hoje e do futuro, Queiroz organizou também um ciclo de debates, o Fórum de Discussão do Masculino, que marca a abertura do evento Homem Brasileiro 2015. Entre os palestrantes estavam o personal trainer Cris Parente, que falou sobre a relação do homem com o corpo, e Danielle Dantas, líder do WGSN Mindset na América Latina, que abordou as atuais e novas possibilidades do universo masculino. 

A mostra fica em cartaz até o dia 28 de agosto.

De segunda a sexta das 8h às 21h, e sábados das 8h às 14h

Rua Faustolo, 1347 - Lapa, São Paulo - SP