Marca de sapatos Jimmy Choo se coloca à venda

- AFP

A ação visa aumentar o lucro dos acionistas

Uma loja da Jimmy Choo em St. Moritz, na Suiça 

Uma loja da Jimmy Choo em St. Moritz, na Suiça  Foto: REUTERS/Arnd Wiegmann//File Photo

A marca de sapatos de luxo Jimmy Choo anunciou nesta segunda, 24, que está se colocando à venda para maximizar os lucros de seus acionistas. Esse novo momento da grife acontece dois anos depois de sua entrada na bolsa em Londres.

"O conselho de administração da Jimmy Choo anuncia hoje que decidiu realizar uma revisão das diferentes opções estratégicas abertas à companhia para maximizar o valor para seus acionistas, e está buscando ofertas pela companhia", afirmou a empresa em comunicado.

A Jimmy Choo informou que ainda não recebeu ofertas, mas que a partir de agora está preparada para abrir discussões informais com potenciais compradores.

O principal acionista da Jimmy Choo, o fundo de investimentos com sede em Luxemburgo JAB Luxury, que tem 67,66% do capital, explicou em outro comunicado que apoia a venda.

Fundada há 20 anos pelo designer de origem malaia Jimmy Choo e por uma diretora da revista de moda Vogue, que abriram sua primeira loja em Londres, é uma das marcas favoritas entre celebridades como Michelle Obama, Kate Middleton, Nicole Kidman e Lady Gaga.