Lino Villaventura faz um resgate de sua trajetória na SPFW

Mariana Belley - O Estado de S.Paulo

Atores globais estavam presente para gravação de novela

Quem abre a passarela do desfile de Linno Villaventura montada dentro do Museu Afro Brasil é Marina Dias, uma das modelos preferidas do estilista. Ela está com um look usado por ela mesma no verão 1997, com lentes de contato que deixam seus olhos praticamente brancos. Sua caminhada é performática, uma das marcas registradas dos desfiles do estilista paraense. A ideia de Lino é fazer uma homenagem ao São Paulo Fashion Week ao mesmo tempo que resgata a sua própria trajetória no evento.

Outros vestidos e acessórios já exibidos pelo estilista cruzaram a passarela. Sua veia teatral estava aflorada. Modelos desciam as escadarias do museu com vestidos curtos e longos, calças, camisetas, bermudas. Na cartela de cores, os destaques foram vermelho, amarelo, dourado, preto e branco. Os bordados, as nervuras e o caimento assimétrico, detalhes característicos da moda de Lino, também estavam presentes. 

Na plateia, além de jornalistas, clientes e amigos, os atores Rodrigo Lombardi e Déborah Secco davam continuidade a gravação da nova novela das 23h da TV Globo, Verdades Secretas. O ator Reynaldo Gianecchini compôs o casting também como parte da trama.