‘Lente de contato’ para os dentes promete sorriso muito branco

Gabriela Marçal - O Estado de S.Paulo

Conheça esse e outros três métodos de clareamento dental mais usados pelos dentistas e as vantagens e desvantagens de cada um

O ator Zac Efron: dentes brancos copiados nos consultórios dos dentistas

O ator Zac Efron: dentes brancos copiados nos consultórios dos dentistas Foto: Fred Thornhill/Reuters

A técnica de colocação de facetas ou laminados nos dentes, conhecida popularmente como lente de contato, é a nova moda nos consultórios de dentista. Nela, cola-se uma placa de cerâmica muito fina no dente do paciente para garantir um sorriso branco e impecável. Em alguns casos é necessário provocar um desgaste para facilitar o encaixe - o que pode causar sensibilidade após a primeira sessão. O procedimento funciona e realmente corrige pequenas imperfeições, mas se feito da maneira correta e com moderação.

“Muitos pacientes já têm os dentes bonitos e querem aderir à modinha", afirma a dentista Fabia Lobo, especialista em restauração na Well Clinic, em São Paulo. "O resultado pode acabar ficando exagerado e artificial, com os dentes enormes." Para ela, a técnica é indicada para harmonizar o sorriso - e não para mudá-lo completamente.

Há outras técnicas famosas de clareamento dental (veja abaixo). Mas, independentemente da escolha, alguns cuidados são fundamentais. Deve-se evitar alimentos e bebidas com corantes ou escuros, como molho shoyu, vinho tinto, refrigerantes, café, beterraba e açaí. A fim de diminuir a sensibilidade causada pelo tratamento, recomenda-se ainda não consumir alimentos ácidos, como laranja, limão e abacaxi. 

A atriz Flávia Alessandra é uma das adeptas do clareamento dental

A atriz Flávia Alessandra é uma das adeptas do clareamento dental Foto: Estevam Avellar/ Globo

Conheça os métodos de clareamento dental mais procurados nos consultórios:

'Lente de contato'

É indicado para pacientes que possuem restaurações nos dentes, pois elas não pode ser clareada com as outras técnicas. O tratamento é feito em duas sessões: na primeira ida ao dentista os laminados são preparados e, na segunda consulta, as peças são aplicadas e o resultado já pode ser notado.

Vantagem: Com a manutenção correta, pode durar muitos anos.

Desvantagem: É a técnica mais invasiva de clareamento porque, em alguns casos, é necessário ‘desgastar’ os dentes para um melhor encaixe da faceta.

Preço: R$ 2,8 a R$ 3 mil

Clareamento com peróxido de carbamida

O dentista faz uma limpeza e aplica uma proteção para a gengiva, pois a concentração da substância clareadora, o peróxido de carbamida, chega a 35%. O paciente permanece com o composto na boca por 40 minutos. São indicadas três sessões, uma por semana. O resultado varia de acordo com cada pessoa, mas é percebido, em média, a partir da primeira sessão.

Vantagem: Prático, não precisa ter continuidade em casa.

Desvantagem: São necessárias três semanas seguidas de tratamento para o resultado ideal.

Preço: R$ 1,4 a R$ 1,6 mil

Clareamento com molde dentário

Entre os especialistas, é chamado de ‘clareamento caseiro’. Porém, é necessário ir ao consultório para o dentista produzir um molde com o formato adequado para o paciente. Ele deve ser usado por um período de duas a quatro horas por dia e o tratamento costuma durar 21 dias. Nessa modalidade, a concentração de clareador está entre 10 a 15%. 

Vantagem: A partir da primeira semana de aplicação os dentes já ficam mais brancos, mas é fundamental seguir todas as recomendações para alcançar os resultados prometidos. Tem bom custo-benefício.

Desvantagem: Se o paciente exagerar ao colocar o gel clareador no molde, os dentes podem ficar muito sensíveis.

Preço: R$ 800 a R$ 1 mil

Clareamento com laser

Nesse tratamento, o paciente usa o molde com gel clareador durante a consulta com o dentista, que também aplica um laser.  “No consultório, podemos ter mais controle com o agente clareador e assim reduzir a possibilidade de se ter uma sensibilidade maior”, explica o dentista especialista em reabilitação oral na Well Clinic, Leon Américo. Recomenda-se de duas a três sessões desse protocolo, uma vez por semana, em média. Os resultados são perceptíveis a partir da primeira sessão.

Vantagem: O laser têm propriedades analgésicas e anti-inflamatórias e torna o processo de clareamento mais rápido.

Desvantagens: O custo é alto e pode ter pouca duração - a partir de seis meses já recomenda-se a manutenção.

Preço: R$ 4 a R$ 5 mil