John Galliano abandona o uso de pele na Maison Margiela

Redação - O Estado de S.Paulo

Grife se junta a nomes como Gucci e Versace na renúncia ao material de origem animal

Estilista britânico assumiu a direção criativa da Margiela em 2014

Estilista britânico assumiu a direção criativa da Margiela em 2014 Foto: Benoit Tessier

O estilista britânico John Galliano acaba de anunciar que não usará mais pele em suas criações para a Maison Margiela, marca da qual é diretor criativo desde 2014. Além da grife de origem belga, outras etiquetas de luxo também abandonaram recentemente o uso do material, como Versace, Gucci e Tom Ford. 

Galliano afirmou que a decisão foi tomada depois de um encontro com o vice-presidente do People for the Ethical Treatment of Animals (PETA), organização que luta pelos direitos dos animais, em Saint Tropez. O estilista ainda não revelou quando a mudança será efetivada na marca. 

Desfile da coleção de Verão 2018 da Maison Margiela, assinada por John Galliano

Desfile da coleção de Verão 2018 da Maison Margiela, assinada por John Galliano Foto: REUTERS/Gonzalo Fuentes