Gucci e Forever 21 travam batalha judicial por causa de listras

Redação - O Estado de S.Paulo

Grife italiana acusa a rede de fast fashion de copiar sua marca registrada

As listras são um dos maiores ícones da Gucci 

As listras são um dos maiores ícones da Gucci  Foto: Tom Jamieson/The New York Times

A Forever 21 abriu uma ação contra a Gucci na segunda, 26, para se proteger do processo da grife italiana em andamento. As marcas travam uma batalha judicial desde dezembro de 2016, quando a companhia que conta com Alessandro Michele como diretor criativo entrou na justiça exigindo que a rede de fast fashion retirasse todos os produtos com listras em duas sequências diferentes, alegando que as padronagens são suas mais populares marcas registradas. 

No documento emitido pela Forever 21, a empresa negou estar comentendo plágio. "Forever 21 não está infringindo nenhuma marca registrada da Gucci", diz o texto. "Os registros de marca da Gucci relevantes para a disputa devem ser cancelados. Os pedidos da Gucci não devem ser registrados. Esse assunto deve ir a julgamento declarativo." 

O processo fala de três jaquetas bomber, um suéter e uma gargantilha

O processo fala de três jaquetas bomber, um suéter e uma gargantilha Foto: Forever 21

Em março, um representante da grife italiana já tinha se posicionado sobre o caso. "A reputação da Forever 21 de copiar marcas registradas e direitos de imagens dos outros, incluindo da Gucci, já está estabelecida. Agora, para distrair suas infrações, a Forever 21 está atacando uma das mais icônicas e famosas marcas da Gucci. Isso não vai impedir a Gucci de ir atrás de seus direitos e proteger a propriedade intelectual e a identidade da marca.”