Grife italiana doa meio milhão de dólares para iniciativa de controle de armas norte-americana

Redação - O Estado de S. Paulo

Gucci se tornou a primeira marca de moda a se posicionar sobre discussão mundial

Alessandro Michele declarou que está ao lado dos estudantes que organizam a passeata pedindo o controle de armas

Alessandro Michele declarou que está ao lado dos estudantes que organizam a passeata pedindo o controle de armas Foto: REUTERS/Tony Gentile

Após o tiroteio que matou 17 pessoas em Parkland, na Flórida, a discussão sobre controle de armas voltou a se tornar uma pauta mundial. Diversas celebridades, como Oprah e George e Amal Clooney, anunciaram doações para a passeata em prol do desarmamento March for Our Lives, organizada por estudantes do ensino médio, que irá acontecer dia 24 de março em Washington D.C. Agora, o mundo da moda também está se posicionando sobre o assunto.

Na última sexta-feira, 23, Alessandro Michele, diretor criativo da grife Gucci, anunciou que a marca irá doar U$ 500.000 para a causa, o que é equivalente a mais de 1.6 milhões de reais. “Eu estou movido pela coragem desses estudantes. Meu amor vai para eles e para os que marcham no dia 24. Eu permaneço ao lado da March for Our Lives e das jovens mulheres e homens que estão lutando por sua geração e pelas que ainda virão”, disse Michele em uma declaração. 

Confira abaixo os destaques do desfile de Inverno 2018 da Gucci: