Forever 21 é acusada de plagiar camiseta beneficente

Redação - O Estado de S. Paulo

Fast fashion já retirou a peça de seu site

Forever 21 é acusada de plágio 

Forever 21 é acusada de plágio  Foto: Instagram/ @wordagency

A Forever 21 está frequentemente envolvida em polêmicas sobre plágio. Até mesmo a grife de luxo Gucci já entrou com processos contra a rede de  fast fashion norte-americana. Desta vez, quem acusa a marca é uma agência de marketing de Los Angeles. 

A Word Agency vende a camiseta Creator como uma forma de juntar fundos para lutar pela saúde da mulher, e 25% do lucro das vendas vai para a ONG Planned Parenthood. Na estampa, é possível ler a palavra ‘mulher’ em nove línguas. Em post no Instagram, eles compararam o seu modelo com a camiseta à venda no e-commerce da Forever 21: “Não queremos apontar os dedos, mas isso parece familiar. Nós criamos esta camiseta com um propósito. Que pena que eles removeram a palavra em suaíle, árabe, hebraico e chinês”.

Em declaração para o site Refinery 29, a fast fashion disse que assim que foi alertada do problema, já retirou as peças do seu site: “A camiseta em questão foi feita por uma fonte terceirizada”.