Estilistas oferecem romance invernal na Semana de Moda de Londres

Marie-Louise Gumuchian - REUTERS

Anya Hindmarch, Mulberry e Temperley London embarcam em uma viagem dos sonhos

A passarela de Anya Hindmarch imitava montanhas nevadas

A passarela de Anya Hindmarch imitava montanhas nevadas Foto: Matt Crossick/PA via AP

Grifes britânicas fizeram os fashionistas sonharem e viajarem a montanhas com neve na Semana de Moda de Londres no domingo, 19.

Anya Hindmarch iniciou os desfiles do dia com uma coleção de inspiração escandinava em uma passarela feita para parecer uma montanha coberta de neve. Modelos usando chapéus felpudos e óculos semelhantes aos modelos de proteção desceram de um pico.

Bolsas com fivelas coloridas costuradas à mão, mochilas estruturadas e clutches, tudo adornado de grinaldas, borboletas faiscantes e corações em camadas também estavam lá.

Casacos de feltro com pelucia estavam entre os hits da coleção.

Casacos de feltro com pelucia estavam entre os hits da coleção. Foto: Matt Crossick/PA via AP

Anya usou camurça, couro vegetal e fios longos de lã em suas criações, que vieram em tons de rosa, azul, amarelo mostarda, marrom e cinza. As modelos exibiram peças de tricô sobre shorts, casacos e capas de feltro com golas ou barras felpudas e coloridas. Os calçados incluíram tamancos com revestimento felpudo, sandálias e sapatos creeper.

"O outono/inverno 2017 explora o contraste entre ideias romantizadas do inverno, o desejo de viajar e os temas mais sombrios encontrados no antigo folclore nórdico", disse Anya no release do evento. 

"Isso foi explorado através de interpretações modernas de técnicas tradicionais do trabalho em couro, incluindo kurbits escandinavos e bordados feitos à mão."

Na Mulberry, o diretor criativo Johnny Coca se inspirou na vida da aristocracia britânica no campo, mostrando tweeds, rendas e bordados em suas produções.

Ele apresentou casacos acolchoados de inspiração equestre, blusas com cachecóis de pescoço e saias assimétricas.

Modelos usavam peças de crochê e vestidos de babados com uma pegada retrô. Bordados florais decorados, jaquetas de tweed oversized e itens com camadas chamaram a atenção.

"Trata-se de fazer com que algo tradicional se torne novo", disse Coca em um comunicado.

A cartela de cores apresentou verde, roxo, amarelo, lavanda e azul. Um toque moderno estava nas meias usadas com botas de salto alto e mocassins com joias.

Em um desfile realizado na área financeira de um Banco, a Temperley London levou os fashionistas para uma aventura sonhadora e romântica com modelos usando vestidos macios em tons de azul-pálido, lilás e rosa.

A designer Alice Temperley iniciou a sua apresentação com camisas de camponês com mangas amplas, tops com colares, calças de cintura alta e combinações de saias e bordados em cores sóbrias.

Em seguida, apareceram muitos vestidos, alguns transparentes, com estampas e aplicações de flores ou lábios, usados com mocassins.

Para a noite, as peças eram ricamente enfeitadas: saias de matelassê, vestidos e macacões de seda luxuosos. Tricôs de gola alta eram usados ​​com saias de lantejoulas.

"Eu apresentei roupas muito bonitas e os consumidores precisam sonhar", disse Temperley à Reuters quando perguntada sobre a sua inspiração. "E em um clima como o de hoje... é sobre a criação de algo que celebra a diversidade e a individualidade."