Estilista da Marchesa deixa marido após acusações de abuso sexual

Redação - O Estado de S.Paulo

Harvey Weinstein foi denunciado por atrizes como Gwyneth Paltrow e Angelina Jolie

Georgina era casada com Harvey Weinstein desde 2007

Georgina era casada com Harvey Weinstein desde 2007 Foto: REUTERS/Danny Moloshok/File Photo

Georgina Chapman, estilista e co-fundadora da Marchesa, terminou seu casamento de 10 anos com o produtor de cinema Harvey Weinstein, após acusações de abuso sexual e comportamento vexatório. 

A denúncia foi feita pelo jornal norte-americano The New York Times na última quinta, 5, e desde então, outras mulheres estão expondo que também foram assediadas por Weinstein - entre elas, Gwyneth Paltrow e Angelina Jolie. 

O caso sobrou até para a marca de Georgina, a Marchesa. Relações públicas de Hollywood afirmaram que o crescimento acelerado da grife se deu porque o produtor coagia atrizes a usá-la no tapete vermelho. 

Na terça, 10, a estilista emitiu um comunidado ao portal da revista People contando que estava terminando seu casamento. "Meu coração está partido por todas as mulheres que sofreram desta dor tremenda por causa destes atos imperdoáveis. Eu escolhi deixar o meu marido. Cuidar dos meus filhos é minha prioridade no momento e eu peço que a imprensa me de privacidade", escreveu ela.