Duas bolsas no mesmo look: essa é a nova mania das it-girls

Marília Marasciulo - O Estado de S.Paulo

Fashionistas combinam versões miniatura de modelos famosos do mundo a bolsas tradicionais e lançam uma moda curiosa

A blogueira italiana Chiara Ferragni é adepta da febre de usar duas bolsas no mesmo look. Na foto, ela exibe a versão tradicional e miniatura da bolsa Kelly, da Hermès

A blogueira italiana Chiara Ferragni é adepta da febre de usar duas bolsas no mesmo look. Na foto, ela exibe a versão tradicional e miniatura da bolsa Kelly, da Hermès Foto: Reprodução/ Instagram

No universo das it girls, vale quase tudo para garantir um look diferente o bastante para chamar atenção dos fotógrafos de street style nos desfiles e eventos de moda badalados. E, entre elas, a modinha do momento é tão curiosa quanto polêmica: usar duas bolsas ao mesmo tempo, uma delas bem pequena e a outra tradicional. Vale ressaltar que a menor, em geral, é uma versão micro de modelos famosos. Fendi, Balenciaga, Moschino e Chanel são algumas das grifes que recentemente criaram modelos miniatura de seus clássicos. E não tardou para as blogueiras elegerem suas preferidas.

 

A mineira Thássia Naves, por exemplo, é fã Mini Karlito, da Fendi, enquanto a paulistana Helena Bordon costuma desfilar com a sua Mini Peekaboo, da mesma marca, a tiracolo. Já a italiana Chiara Ferragni conta com uma coleção que vai de Chanel a Hermès. Por serem bem pequenas mesmo, as microbolsas comportam smartphone, batom e olhe lá - por isso, têm vocação noturna. Mas as fahionistas trataram de dar um jeito de usá-la também no dia a dia, combinando-as com outras de tamanho normal. 

Elas acabam funcionando como um acessório, substituindo um lenço ou colar. “Acho que a ideia das baby bags é justamente dar um toque mais divertido na produção", diz a blogueira Camila Coutinho, que gosta da versão micro de uma das bolsas mais caras do mundo, a Birkin, da Hermès.  "Gosto quando a miniatura é bem colorida e faz contraste com a versão maior”.  Os preços das micro bags não são diretamente proporcionais ao seu tamanho. E, em alguns casos, as peças são raridades: a mini Kelly, da Hermès, é uma das mais difíceis de encontrar em sites de e-commerce e os preços começam em US$ 8 mil.