Cabeleireiros butique atraem clientela jovem e moderna

Giuliana Mesquita - O Estado de S.Paulo

Com decoração descolada, a nova leva de salões de beleza paulistanos faz sucesso ao oferecer atendimento rápido e preços acessíveis

As cadeiras vintage e os espelhos de camarim do Retrô

As cadeiras vintage e os espelhos de camarim do Retrô Foto: Divulgação

Tudo começou com o Retrô Hair, hoje famoso salão moderninho da rua Augusta, que abriu as portas cinco anos atrás apresentando um conceito totalmente diferente do que existia em São Paulo na época. Com um ar de anos 50, decoração vintage - sem cheiro de naftalina - e preços mais baixos do que os praticados nos grandes salões da cidade, o Retrô logo conquistou uma clientela fiel. Sua receita de sucesso conta ainda com funcionários de visual descolado, cabelos coloridos e bem informados quanto aos looks e às celebridades do momento (caso você queira um corte igual ao da cantora Taylor Swift ou da modelo Freja Beha). Isso, sem contar os horários flexíveis (pode-se marcar um horário até às 21h), os drinques servidos de graça e o atendimento rápido. 

Com tantos atributos, o Retrô Hair cresceu, mudou de endereço para um espaço maior (mas ainda funciona no baixo Augusta, cobrando o mesmo preço) e outros salões nasceram com praticamente a mesma fórmula. Visitamos cada um deles para mostrar a seguir seus melhores profissionais e suas especialidades. 

LAS NIÑAS HAIR

A nova unidade do Las Niñas, que se mudou da Ouro Fino e foi para a Faria Lima

A nova unidade do Las Niñas, que se mudou da Ouro Fino e foi para a Faria Lima Foto: Divulgação

No mês passado, o salão que funcionava desde 2009 na Galeria Ouro Fino mudou-se para um espaço novo e maior. Localizado na Faria Lima, perto do Instituto Tomie Ohtake, o local tem paredes vermelhas e espelhos de camarim. A especialidade da casa? A coloração ombré (aquela que deixa a raiz escura e as pontas bem claras). Os loiros feitos por Larissa Pugaciov são matadores - pode confiar na indicação! - e custam a partir de R$ 360. Já o corte sai por R$ 90.

BERLIN HAIR

Milly e uma de suas clientes, no Berlin Hair, que é especializado em cabelos cacheados

Milly e uma de suas clientes, no Berlin Hair, que é especializado em cabelos cacheados Foto: Divulgação

Também sediado na rua Augusta, o salão pertence a Milly Olmos, cabeleireira argentina que, em Buenos Aires, atendia clientes em sua casa com hora marcada. Quando se mudou para o Brasil, trabalhou no Retrô e não tardou para se tornar uma das profissionais mais queridas pelos clientes. Em 2013, decidiu abrir seu próprio salão, sem perder a vibe intimista do início da carreira.  Em um espaço pequeno de décor artsy, Milly e seus funcionários oferecem atendimento personalizado. A especialidade da cabeleireira são os  cachos - e, vale o aviso, ela adoras deixá-los livres, leves e soltos. Ela também manda bem no corte, que custa R$ 85, incluindo lavagem e secagem.

CIRCUS HAIR

As penteadeiras coloridas do Circus são sua marca registrada 

As penteadeiras coloridas do Circus são sua marca registrada  Foto: Divulgação

Como o nome sugere, o Circus Hair, aberto em 2012, tem um ar circense e é uma mistura de salão de beleza, galeria de arte, espaço para eventos, estúdio de tatuagem e brechó. Conta com dois endereços na cidade: um na rua Pamplona e, o outro - adivinhe? - , na Augusta. Quem procura profissionais para colorir os fios de tons diferentes, como rosa e azul, fazer cortes moderninhos ou criar penteados vintage, já sabe onde ir. Mas nem só de loucurinhas vive o salão. No Circus, os cabeleireiros escutam o cliente, não cortam mais do que ele pede (importante, né?) e arrasam na coloração. O corte feminino custa, em média, R$ 75 (isso porque os preços variam de acordo com o nível do profissional, que vai de "stylist" até "director stylist"). O cargo leva em conta experiência, cursos, tempo na profissão e habilidades especiais do cabeleireiro.