Blogueira australiana revela truques em suas fotos nas redes sociais

- O Estado de S.Paulo

Com 18 anos e mais de 800 mil seguidores no Instagram, Essena O'Neill editou as legendas das imagens para explicar a verdadeira história por trás delas. As opiniões sobre a campanha se dividiram 

Uma blogueira e modelo australiana tem causado alvoroço com uma campanha que critica a vida perfeita das blogueiras e celebridades das redes sociais. Aos 18 anos, Essena O'Neill usou seu perfil no Instagram, @essenaoneill, que tem mais de 800 mil seguidores, para divulgar sua causa. "É um sistema baseado em aprovação social, curtidas, onde autoafirmação equivale a views e sucesso a seguidores", escreveu, ao anunciar que havia deletado mais de duas mil fotos na rede e que pretendia abandoná-la. "Como podemos nos enxergar se estamos constantamente observando os outros? Muitos de nós estamos tão absorvidos nessa que não percebemos o impacto que isso tem em nossas vidas."

 

Como protesto, ela editou as legendas de algumas fotos remanescentes com explicações sobre a verdade por trás de cada uma.

 

 

Para sustentar a mensagem, Essena também criou um site, "Let's be game changers" ("Vamos virar esse jogo"), no qual desde o último sábado, 31, publica vídeos emocionados com o apoio que tem recebido, ironicamente, por e-mail e compartilhamentos nas redes sociais.

 

 O público se divide entre quem aplaude a atitude da modelo e quem critica. No Instagram, uma usuária elogiou a iniciativa da blogueira. "Só queria dizer obrigada, você abriu muito meus olhos e é muito inspiradora", escreveu. Na mesma publicação, uma brasileira ponderou: "Não sei qual a novidade, sério que ninguém se tocava que as roupas, os óculos, a academia, enfim, quase tudo que as pessoas famosas no Instagram usam, é promoção?"

Para a colunista do jornal britânico The Guardian, Deborah Orr, seria fácil sugerir que Essena encontrou uma forma nova - e ainda melhor - de alimentar seu ego - de fato, ela ganhou mais seguidores e curtidas desde que começou a campanha, mas isso seria injusto. "É importante lembrar que é o mundo supostamente adulto que recompensa Essena por se manter superficial e bonita. Seria bom pensar que as próprias redes sociais podem quebrar esse ciclo, no lugar de perpetuá-lo", escreveu.