As duas faces de Gisele Bündchen

Mariana Belley - O Estado de S.Paulo

O estilo de Gisele Bündchen vai de um extremo ao outro: dos básicos no dia a dia ao glamour total no red carpet

Quando flagrada pelas ruas de Nova York ou Los Angeles, onde mora com o marido, Tom Brady, e os filhos, Benjamin e Vivian, Gisele Bündchen veste sempre looks possíveis. Ícone absoluto da beleza brasileira, descontraída e descolada, Gisele está sempre de jeans, camiseta, jaquetas, moletons, blazers e óculos escuro. Nos pés, botas ou tênis. Os cabelos soltos, naturais e presos em coques displicentes. Maquiagem? Quase nada. No dia a dia, a top tem um estilo discreto, minimalista, casual, que flerta muitas vezes com o normcore. Ela é básica e prima pelo conforto e pela praticidade.

Já no red carpet das principais premiações do mundo, ou em eventos importantes, Gisele sobe no salto e não deixa a desejar. Adota um visual chique, sexy, mas sem perder a elegância. É quando a veia fashionista fala mais alto. Decotes, recortes e comprimento míni são detalhes marcantes no visual da modelo. Aqui, até pesar na make é permitido. Versace, McQueen, Givenchy, Antony Vaccarelo, Emílio Pucci e Yves Saint Laurent são grifes que integram o guarda-roupa da top com vestidos feitos sob medida.

Em 2014, a top integrou a lista anual da Forbes com as 100 celebridades mais importantes do ano no mundo da TV, música, esportes, livros e também no universo da moda, com base em sua fama e dinheiro. A top brasileira estampou a 56ª posição, tornando-se, assim, a modelo mais bem colocada. Pouco depois, no mesmo ano, foi considerada a modelo mais bem paga do mundo. Faturou cerca de 47 milhões de dólares em 2013 por conta de seus contratos milionários com grifes como H&M, Chanel e Carolina Herrera.