Saúde amplia atendimento para homens

Lígia Formenti, BRASÍLIA - O Estado de S.Paulo

A cada três adultos que morrem no Brasil, dois são homens. Para tentar reduzir esses indicadores, o Ministério da Saúde lançou ontem ações para melhorar a procura e o acesso dessa população aos serviços de saúde. A Política Nacional de Saúde do Homem prevê o aumento de até 570% no valor de procedimentos urológicos e de planejamento familiar, além do aumento de 20% das ultrassonografias de próstata. Entre as estratégias previstas está o aumento de vasectomias e de circuncisões. A ideia é que pelo menos 2,5 milhões de homens entre 20 e 59 anos passem a procurar serviços de atendimento de saúde pelo menos uma vez por ano. Para isso, está previsto investimento de R$ 613,2 milhões até 2010 e a Semana de Promoção da Saúde do Homem.