Pescaria de Ana Maria Braga faz dono de barco ser acusado de crime

Redação - O Estado de S.Paulo

A embarcação teria se aproximado de área proibida no litoral paulista

Ana Maria Braga durante pesca oceânica realizada no último fim de semana de abril.

Ana Maria Braga durante pesca oceânica realizada no último fim de semana de abril. Foto: Instagram / @anamaria16

A convite do amigo e médico Eduardo Tomioka, a apresentadora Ana Maria Braga participou de uma pesca oceânica no litoral paulista no último fim de semana. A aventura, no entanto, acabou se tornando um problema: Thiago Adanti, dono da embarcação utilizada no passeio, está sendo acusado de ter ultrapassado a área permitida para esse tipo de prática naquela região.  

A acusação partiu da Petrobrás. A embarcação de Adanti teria se aproximado demais da plataforma de petróleo Mexilhão, na Bacia de Santos, o que é proibido. A empresa então denunciou o caso à Marinha e à Polícia Civil. A plataforma fica a cerca de 145 km da costa. 

"Quando recebemos o aviso da plataforma, nos afastamos. Tanto que conseguimos pescar bem longe dali. Tinha mais uns oito barcos também perto da plataforma, mas só o nosso foi denunciado. Fui surpreendido hoje com três agentes da Marinha e mais policiais militares de escolta", contou Adanti ao UOL enquanto ainda estava na delegacia. 

Adanti acabou sendo autuado pelo crime de expor a vida de alguém em perigo e também colocar o patrimônio de outra pessoa em risco. Caso condenado, a pena pode variar entre multa e quatro anos de prisão. Segundo ele, Ana Maria disse que vai ajudá-lo. 

A apresentadora do Mais Você postou em seu Instagram duas imagens da pescaria - uma delas, inclusive, próxima à plataforma. Confira as imagens:

 

 

O segredo de fazer o que nos faz feliz!

Uma publicação compartilhada por Ana Maria Braga (@anamaria16) em